Salário mínimo brasileiro deveria ser 5 vezes maior, segundo Dieese

APOIE O NOTÍCIA PRETA

A Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, realizada mensalmente pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), mostrou que o salário mínimo deveria ser de R$5.500 em agosto para uma família com dois adultos e duas crianças.

Foto: Divulgação

O levantamento foi realizado em 17 capitais brasileiras e os maiores aumentos foram de Campo Grande (3,84%), Belo Horizonte (2,45%) e Brasília (2,10%). Atualmente o salário mínimo é de R$1.100,00 e segundo o Dieese deveria ser de R$5.500,00, ou seja, 5 vezes a maior do valor do piso nacional vigente. Para chegar nesta quantia, a entidade tem como base o preço da cesta básica que está em R$664,67 e R$659,00 em Porto Alegre e Florianópolis, respectivamente, sendo as mais caras do Brasil.

Com isso, foi calculado o preço da cesta básica de Porto Alegre, seguindo a metodologia vigente, que seria necessário trabalhar 113 horas e 49 minutos para uma família com dois adultos e duas crianças ter como pagar os custos de serviços básicos, chegando ao valor de R$5.583,90.

Leia também: Aumenta o número de bilionários e a extrema pobreza no Brasil

Ao comparar com os meses anteriores, julho fechou no valor de R$5.518,79 e junho em R$5.421,84. Já para agosto, ocorreu alta de R$65,11. Houve redução no custo da cesta básica nas cidades de Salvador (R$485,44) e Aracaju (R$456,40).

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.