“Não é só hoje, são todos os dias”, diz mulher trans agredida em SP

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Fernanda Frazão, uma mulher trans, de 26 anos, foi agredida nas proximidades do Terminal Dom Pedro II, no centro de São Paulo, na madrugada desta segunda-feira (28). Segundo a própria vítima, ela foi abordada por um homem, questionando se ela estava fazendo programa.

Fernanda foi agredida por dois homens no Terminal Pedro II – Foto: Reprodução/TV Globo

Ainda de acordo com Fernanda, ela estava andando na rua, quando avistou um segurança agredindo uma mulher e um rapaz que, supostamente, estava usando drogas. “Ele agrediu a mulher, atirou para o chão para mostrar que estava armado. E eu continuei andando“, contou ela ao Bom Dia SP.

Leia também: “É mais fácil ser um ator branco, fazer um papel e ter destaque”, afirma Ícaro Silva sobre carreira

Eu parei para abrir o meu iogurte e nisso ele virou para mim e falou: ‘Você está fazendo programa aqui, seu ‘traveco’?’ Foi e me deu um soco na boca. Eu, nervosa, fui atrás dele pra questionar o por quê de ele me agredir”, completou.

Ela afirmou ainda que revidou o soco que havia levado momentos antes, quando um outro homem se aproximou e tem a agrediu. “Eu corri para dentro do terminal, achei que eles não iam bater lá dentro, mas eles começaram a me agredir, começaram a pisotear meu rosto. As pessoas do terminal começaram a gritar para eles pararem. Aí eles saíram correndo”, contou.

Fernanda foi socorrida por funcionária do Terminal e encaminhada para a 1ª Delegacia de Defesa da Mulher. “Eu me sinto muito triste porque não foi só esse dia, são todos os dias. Agressão não vem só física, mas também verbal. Pra mim é uma tristeza ter que me afirmar, andar com fone de ouvido para não ouvir as coisas que eu ouço pelo simples fato de ser quem eu sou“, emocionou.

em nota, a SPTrans informou que a vítima foi socorrida pelos funcionários da estação às 3h05 e repudia todo tipo de agressão, violência e discriminação no transporte e nas dependências públicas e realiza campanhas educativas sobre tolerância e respeito em materiais afixados nos ônibus, terminais e publicados em seus perfis nas redes sociais.

APOIO-SITE-PICPAY

Igor Rocha

Igor Rocha é jornalista, nascido e criado no Cantinho do Céu, com ampla experiência em assessoria de comunicação e escritor nas horas vagas. Editor e coordenador regional do Notícia Preta

1 Comment

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.