Jogadores de clube carioca denunciam racismo de torcedor gaúcho

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Mais um caso de racismo aconteceu no Campeonato Brasileiro. Desta vez, na partida válida pela terceira divisão nacional, entre Ypiranga (RS) e Volta Redonda (RJ), na cidade de Erechim (RS).

Na partida, válida pela 15ª rodada da competição, os gaúchos venceram por 2 a 0. Porém, a nota triste ficou por conta do racismo promovido pelo torcedor do Ypiranga, de acordo com o relatório da arbitragem que comandou o duelo.

Print da Súmula do árbitro da partida – Foto: Reprodução

Segundo o árbitro, após uma confusão envolvendo os reservas do Volta Redonda, um torcedor gaúcho proferiu ofensas racistas em direção aos jogadores do banco carioca. “Vocês são um bando de macacos”, disse o agressor.

Leia também: Futebol brasileiro registra 14 denúncias de racismo neste ano

Em nota, o Volta Redonda se pronunciou sobre o caso e afirmou que “repudia os atos de injúria racial que os seus jogadores e a sua comissão técnica sofreram durante a partida diante do Ypiranga”. Além disso, mostrou indignação dizendo que é lamentável que o preconceito ainda exista, em pleno século 21.

Já a direção do Ypiranga, se pronunciou nesta segunda-feira (5) e afirmou que “o clube não está medindo esforços para apurar o ocorrido, e, de antemão, manifesta seu inteiro repúdio a todos os tipos de injúria que possam ser praticadas dentro de um estádio de futebol”.

O torcedor que proferiu as ofensas racistas foi retirado do estádio pela Brigada Militar, logo após o xingamento. O Volta Redonda, por sua vez, garantiu estar analisando o caso para tomar as devidas providências.

APOIO-SITE-PICPAY

Luis Fernando Filho

Jornalista formado pela UFSM, militante dentro dos movimentos negros e estudantis, com experiências em veículos de comunicação independentes. Um amante do futebol e apaixonado por histórias de pessoas reais. Minha maior paixão é a reportagem.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.