“Gabriel é um menino que ajuda todo mundo”, diz mãe de jovem desaparecido na Baixada Fluminense

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Nesta quinta-feira (10),completam-se cinco dias do desaparecimento de Gabriel de Oliveira Ribeiro, morador de Mesquita, na Baixada Fluminense. Gabriel foi visto pela última vez por seu patrão no sábado (5), quando saiu para encontrar um amigo e não voltou mais. O caso foi registrado na 53ª Delegacia de Polícia de Mesquita.

Família procura jovem desaparecido em Mesquita – Foto: Arquivo Pessoal

O jovem de 18 anos, trabalha em um lava jato e nunca sumiu por tanto tempo. A mãe, Vanessa Ribeiro, conta que desde domingo o celular de Gabriel encontra-se desligado. Com a falta de apoio da polícia nas buscas, Vanessa tem procurado seu filho de forma independente. “A última vez que vi o Gabriel foi no sábado, por volta  das 16h. Eu saí para trabalhar e ele foi encontrar uma amiga para tomar açaí. Por volta das 21h, ele voltou, colocou o tênis e falou para o patrão que ia sair com um amigo. Depois disso ninguém mais viu ele”, relata Vanessa.

Leia também: “Eles vieram na porta de casa, ‘tá’ difícil”, diz pai que perdeu filho assassinado pela PM do Paraná e sofre ameaças

O lava jato que Gabriel trabalha fica em frente a sua casa, na Avenida São Paulo, em Mesquita. Na última vez que foi visto, estava com boné branco, blusa e short também brancos. O jovem tem uma pinta no queixo que ajuda na identificação. Em seu bairro, é conhecido como um menino de ouro que está sempre disposto a ajudar os outros. “Nesses dias temos feito um movimento muito forte para procurar ele. Muita gente ajudando, me falando que eu vou encontrar. Gabriel é um menino bom, trabalha direitinho, inocente, ajuda todo mundo”, conta a Vanessa.

A equipe do Notícia Preta entrou em contato com a 53ª Delegacia de Polícia de Mesquita para saber mais informações e o andamento do caso, mas até o fechamento da matéria não obteve resposta. Qualquer informação sobre o Gabriel deve ser encaminhada para 2253-1177.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.