Fundação Cultural Palmares pretende criar ”selo não-racista” para oferecer aos racistas “injustiçados”

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Nesta terça-feira (26), o presidente da Fundação Cultural Palmares, Sérgio Camargo, usou sua conta do Twitter para falar que vai criar um selo para tentar humanizar personalidades racistas. O selo, que ele chama de ”Não-Racista”, será concedido a “injustiçados” que têm suas trajetórias marcadas por terem cometido racismo. De acordo com Sérgio, o ”design do selo ainda está em desenvolvimento, mas não demora”. Na mesma publicação ele informa que até o próximo fim de semana o primeiro selo será atribuído. 

”Anuncio que a Fundação Palmares criará o selo de “NÃO-RACISTA”, que será concedido a todos que INJUSTA E CRIMINOSAMENTE são tachados de racistas pela esquerda vitimista, com o apoio da mídia, artistas e intelectuais. A perseguição da esquerdalha racista será combatida!”, publicou em sua conta oficial do Twitter.


Sergio Camargo é alvo de várias críticas por ser abertamente racista e ataca frequentemente personalidades e questões centrais para o movimento negro como, por exemplo, as cotas raciais, o fim dos movimentos antirracistas e o Dia da Consciência Negra, data que para ele não precisaria existir. Além de já ter saído em defesa da escravidão.

Em seu perfil do Twitter, uma publicação fixada resume o seu pensamento racista: ”devo tudo à educação que recebi dos meus pais. Devo nada à África. Nada à cor da minha pele. Nada à esquerda!”

No final do ano passado, após pressão popular, Sérgio Camargo foi impedido  de assumir à presidência da Fundação Palmares. Mas, em fevereiro, a liminar que o afastou do cargo foi derrubada e ele voltou ao cargo.

APOIO-SITE-PICPAY

Thiago Augustto

Um filho negro adotado. Thiago Augustto faz questão de marcar sua existência pela raça e pela oportunidade de viver. Transformou o tabu da adoção num grande motivo de orgulho. É criador de conteúdo e palestrante. Se formou em jornalismo em 2014, desde então, trabalha na TV Globo Recife, atuando como produtor e repórter. No Notícia Preta, é editor e coordena os colaboradores das regiões norte e nordeste. Em 2021, criou o Futuro Black - um banco de talentos e de fontes profissionais pretas.

3 Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.