Evento de arte contemporânea Iorubá faz divulgação com apenas uma modelo negra

APOIE O NOTÍCIA PRETA

A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul divulgou que entre os dias 03 e 25 de maio será realizado o evento de arte contemporânea intitulado Iorubá,  no Centro Cultural José Octavio Guizzo. No local serão apresentadas exposições, pintura ao vivo, desfile de moda, brechó, projeção de filmes, festa à fantasia, foodtrucks e discotecagem com DJs, um espaço totalmente voltado a divulgação da cultura Afro-brasileira.

Apesar de ser um movimento que tem como objetivo principal fomentar a cultura negra, ao fazer a divulgação, o evento se utilizou de cinco modelos, mas somente uma delas negra. O fato denota uma perda da identidade e representatividade e, até mesmo, uma tentativa de embranquecimento da própria proposta do evento.

Foto: Divulgação / Fonte: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

De acordo com a Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, a ideia nasceu em 2017, tendo como tema África, e busca adaptar mitos, lendas e influências da cultura do Brasil por meio de roupas conceituais feitas de forma artesanal e artística: ‘As religiões de matriz africana carregam uma tradição cheia de boas histórias e muita riqueza cultural. Porém, nem sempre essas manifestações recebem seu devido valor’, diz Fábio Maurício, idealizador do evento”.

Na cultura africana, os orixás são a representação de Deus na natureza. Cada um carrega uma infinidade de pontos fortes de cultura que foram introduzidos no Brasil pela entrada dos escravos vindos de várias partes da África. “A cultura brasileira é, desde seus primórdios, fortemente influenciada pela cultura africana, o que coloca o Brasil no patamar de uma das culturas mais ricas do mundo contemporâneo”.

O designer de moda Fábio Maurício se inspirou no livro “A Mitologia dos Orixás” do Professor e doutor em Sociologia Reginaldo Prandi. A obra retrata a grande reunião que aconteceu no palácio do grande Deus, à qual os orixás compareceram ricamente vestidos, pois iriam receber as riquezas do mundo.

Foi seguindo os relatos do livro de Prandi que Fábio Maurício desenvolveu uma coleção de moda conceitual e que o artista plástico Ghva utilizou como ponto de partida para telas que serão pintadas durante todo o mês de maio, no Centro Cultural.

Serviço:

Dia 3 de maio, às 19h: Exposição Orum, do artista Ghva; Desfile de moda Olorum, de Fábio Maurício, Discotecagem com o DJ Mario Francis.

Dia 11 de maio, às 16h: Bazar de Inverno; Cine Café com exibição do filme “França: Chaos e Cration”; Discotecagem com DJs convidados.

Dia 16 de maio, às 16h: Editorial de moda fotografado no Centro Cultural.

Dia 18 de maio, às 16h: Bazar de Inverno; Cine Café com exibição do filme “Blow up”.

Dia 25 de maio, às 19h: Encerramento com Cine Fantasy (festa à fantasia do Cine Café com premiação da melhor fantasia); Discotecagem com a DJ Bibiana Vargas.

APOIO-SITE-PICPAY

Maysa Lima

Sul mato-grossense, graduada em Ciências Sociais. Em busca de um mestrado que modifique ainda mais o meu modo de pensar e agir. Estudante do cenário religioso e político – principalmente ao que tange as Redes Sociais. Sonhadora e amante do universo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.