Espetáculo “João do Vale: Carcará da Baixada” homenageia artista baiano

APOIE O NOTÍCIA PRETA
A peça conta a história de João do Vale, baiano que queria conquistar a “Cidade Maravilhosa” – Foto: Alessandra Fernandes

Está em cartaz o espetáculo “João do Vale: Carcará da Baixada”. Com texto de Ana Beatriz Gonçalves e Alexandre Gomes, a peça musicada mostra a trajetória do artista baiano que se mudou para Nova Iguaçu e tem apresentações em locais distintos até dia 31 de março. 

Segundo Alexandre Gomes, diretor da peça, a obra traz não só a história de um dos maiores cantores e compositores negros brasileiros que teve uma forte relação com a Baixada, mas, acima de tudo, para provocar uma reflexão a respeito dos preconceitos raciais, da xenofobia e da divisão de classes.

Gomes ressalta também a importância de atores negros no elenco para melhor representar o povo preto. “Além de homenagear os nordestinos que, desde 1950, migram para o Rio de Janeiro em busca de uma vida melhor na ‘cidade maravilhosa’, a montagem conta como um artista negro – de linhagem angolana -, no decorrer da sua história marcada pela migração entre o Sudeste e o Nordeste do Brasil. Ele trabalhou como ambulante, ajudante de pedreiro, e garimpeiro para realizar seu principal e único objetivo: viver da sua arte”, afirma.

João da rua e da Baixada

Criado na rua da Golada na cidade de Pedreiras, João do Vale fugiu de casa aos 15 anos para conquistar “a cidade maravilhosa”. Quase um ano depois, após uma longa itinerância, se estabeleceu em Salvador. Após deixar a capital baiana e passar por Minas Gerais, seu desejo se realizou e, aos 17, desembarcou no Rio de Janeiro. Entre os episódios de racismo e violência que sofreu na capital fluminense, o aspirante a cantor e compositor peregrinava até as sedes de duas das maiores rádios da então capital do País, a Nacional e a Tupi. E somente cerca de 3 anos depois que conseguiu sua primeira chance, com o baião Madalena.

João do Vale – Foto: Divulgação

No ápice da sua aceitação, suas composições foram ficando cada vez mais conhecidas e em 1965, João do Vale marcou sua carreira lançando o álbum “O Poeta do Povo”. Assim como tantos outros grandes aristas negros, morreu na miséria e no anonimato, no Conjunto Habitacional Rosa dos Ventos, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. 

Serviço

João Do Vale: O Carcará Da Baixada 

Classificação Indicativa: Livre

Gênero: Teatro Musicado

Tempo: 60 Minutos

Local:Escola Livre F.A.M.A. – Av. Getúlio De Moura, 1302 – Centro, Nova Iguaçu – Rj

Data: 24/03 | Hora: 16h

Local: Estação Cidadania Serra Do Vulcão – Praça Céu – Jardim Nova Era

Endereço:  Rua Leocádio Melo – Jardim Nova Era, Nova Iguaçu – Rj

Data: 31/03

Hora: 16h

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.