Escritora lança livro de poesias inspirado no elenco negro do BBB21

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Jaqueline Fraga é também autora do livro Negra Sou, finalista do prêmio Jabuti 2019

Jaqueline Fraga também é escritora do livro Negra Sou: a ascensão da mulher negra no mercado de trabalho, finalista do prêmio Jabuti de 2019 – Foto: Léo Malafaia

A escritora pernambucana Jaqueline Fraga lançou sua nova obra “BIG Gatilho – um livro de poesias inspirado no BBB21”. Considerado o principal programa de entretenimento na televisão brasileira, o reality show atrai milhões de espectadores, que torcem, vibram e brigam por seus participantes preferidos. Além disso, o público, que reúne anônimos e famosos (assim como ocorre com os integrantes da casa), discute temas importantes a partir dos acontecimentos da atração.

Jaqueline, em entrevista ao Notícia Preta, revela que não se imaginou  escrevendo um livro sobre o Big Brother Brasil, principalmente de poesias. “O BBB21 mexeu demais com o país. E comigo. Foram diferentes gatilhos acionados. Mas também reconhecimentos e bons momentos”, comenta a autora. 

Segundo Jaqueline, em cada um dos poemas que fazem parte da obra, os leitores poderão identificar momentos de cada um dos nove participantes negros que fizeram, ou ainda fazem, parte desta edição: “Big Gatilho fala sobre as dores, amores, desamores e recomeços que surgiram ao longo do programa. E traz essas reflexões também para o dia a dia de cada um de nós”, afirma.

Em “BIG Gatilho”, seu segundo livro e o primeiro de poesias, ela resgata o gênero literário que passou um tempo adormecido entre seus escritos. “Recordo dos meus primeiros poemas, aos 10 ou 11 anos de idade. Depois, surgiram eventualmente ao longo dos anos. E, diferentemente do que às vezes acontece com a prosa, são os versos que me procuram. Eles vêm até mim, chegam a minha mente e não consigo escapar. Que bom!”, refletiu.

Jaqueline fala ainda sobre a expectativa com o livro, uma vez que o Negra Sou foi finalista do prêmio Jabiti. “Posso dizer que estou bastante orgulhosa com o resultado e, apesar do pouco tempo desde o lançamento, já recebi retornos extremamente significativos dos leitores. Eu espero que as pessoas que leiam sejam tocadas pelos textos, alguns são mais críticos ou emocionantes, outros são mais leves e divertidos. São os sentimentos que nos acompanham. Se vier alguma indicação ou premiação, ficarei imensamente honrada. Mas se o livro já se tornar importante para alguém, a missão já estará cumprida também”, finaliza.

Leia também: Dia do Livro Infantil: “Representatividade é fundamental na construção da identidade das crianças”, lembra pedagoga

Trajetória

Jaqueline também é jornalista e autora do livro-reportagem “Negra Sou: a ascensão da mulher negra no mercado de trabalho”, que conta a história de mulheres negras que atuam em algumas das áreas profissionais mais valorizadas do país, como medicina, engenharia e direito. A obra foi finalista do Prêmio Jabuti de 2019, o principal prêmio literário do Brasil, e conquistou a menção honrosa do Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo. O livro “BIG Gatilho” está à venda no formato e-book na Amazon.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.