Encontro Nacional de Mulheres Negras acontece a partir de quinta em Goiás

APOIE O NOTÍCIA PRETA

O Encontro Nacional de Mulheres Negras 30 anos: Contra o Racismo e a Violência e Pelo Bem Viver começa na próxima quinta-feira (06/12) e terá atividades até o domingo em Goiânia-GO. Sob o lema “Mulheres Negras Movem o Brasil”, ele contará com a presença, entre outras, da líder Ângela Davis.

A proposta é celebrar e avaliar o Brasil três décadas após o primeiro encontro nacional – que aconteceu em 1988 -, um marco no empoderamento das mulheres negras. Desde março deste ano, as ativistas estão realizando encontros nos seus estados e refletindo sobre como estão os seus direitos nos lugares onde vivem e em todo o país.

Temas como o enfrentamento das violências urbanas, a garantia de direitos sexuais e reprodutivos, o embate ao epistemicídio acadêmico são alguns dos tópicos propostos. O acirramento do racismo, o aprofundamento das desigualdades e o feminicídio de mulheres negras também serão abordados.

O Encontro é apoiado pelo fundo de investimento social Elas e pela ONU Mulheres Brasil – as atrizes Camila Pitanga (embaixadora da ONU Mulheres Brasil), Taís Araújo (defensora dos direitos das mulheres negras da ONU Mulheres Brasil) e Kenia Maria (defensora dos direitos das mulheres negras da ONU Mulheres Brasil) são as mobilizadoras online.

Uma campanha de financiamento coletivo para a arrecadação de recursos para viabilizar o evento está no ar no site Kickante. O prazo inicial de contribuição foi ampliado. Até o momento, 35% da meta projetada foi atingida.

A expectativa da organização é receber cerca de 1 mil mulheres de todos os estados do Brasil durante o Encontro.

APOIO-SITE-PICPAY

Cipriano Jr

Cursou Comunicação Social (Jornalismo) na UFRJ e atuou como repórter na EBC, no diário Lance! e na MBPress - aqui, produzindo conteúdo para a editoria de esportes dos portais UOL e IG. Atualmente, trabalha como analista na equipe digital da FSB Comunicação. Publica quinzenalmente textos de opinião e ficção em seu espaço no Medium. Twitter: @cizenando_ Medium : @cizenando

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.