Desaparecimento dos 3 meninos de Belford Roxo pode ter sido ‘reação do tráfico’ a suposto roubo de passarinho, diz polícia

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Nesta sexta-feira (21), a Polícia Civil do RJ prendeu 16 pessoas em uma operação na Baixada Fluminense contra traficantes investigados, entre outros crimes, pelo desaparecimento dos três garotos de Belford Roxo, há quase cinco meses. Segundo a polícia, a linha de investigação mais provável: a de que o trio teria sido pego roubando um pássaro.

“Teria uma suposta ação das crianças que gerou essa reação do tráfico — uma subtração de um pássaro de um determinado traficante”, disse Uriel Alcântara, titular da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), em uma coletiva.

Lucas Matheus (8 anos), Alexandre da Silva (10 anos) e Fernando Henrique (11 anos) foram no dia 27 de dezembro, para a Feira da Areia Branca, para onde tem barracas de venda de animais.

Leia também: Meninos de Belford Roxo: desaparecidos há mais 140 dias, as mães ainda mantém esperança

Roberto Cardoso, diretor das Delegacias de Homicídio, considerou a operação desta sexta “exitosa”.

“A Polícia Civil não descansa enquanto não conseguir esclarecer esse fato. Existem elementos que não podem ser divulgados, porque podem prejudicar a investigação”,

afirmou Roberto

Segundo os delegados responsáveis, não houve reação do tráfico à chegada dos policiais.

O bando preso nesta sexta-feira (21) também é investigado por impor um “tribunal do tráfico” e por praticar roubos na Baixada Fluminense.

“Além desse exemplo da tortura ao morador, o tráfico pega, prende, sentencia e executa na mesma hora. Isso é uma prática reiterada nas comunidades dominadas pela facção criminosa que atua naquela localidade”, disse Felipe Curi.

Durante a operação, policiais encontraram um carro com marcas de sangue no porta-malas. Segundo os agentes, esse veículo é roubado e era utilizado pelos traficantes do Castelar para carregar as vítimas do “tribunal do tráfico”.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.