CUFA Paraná faz parceria com a Uber para vacinação de Mães da Favela

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Na última segunda-feira (15) a Central Única das Favelas Paraná (CUFA), iniciou um projeto, em parceria com a Uber, para auxiliar na vacinação das Mães da Favela e suas famílias. A parceria faz parte da segunda fase do projeto iniciado em 2020 e será uma complementação.

No projeto, as mães serão beneficiadas com vouchers do aplicativo no valor de R$60,00 a R$30,00 ida e $30,00 volta de transporte, para auxiliar o transporte até os postos de vacinação da COVID-19. Os benefícios serão destinados a partir de demandas específicas de cada mulher registrada no banco de dados da CUFA Paraná.

De acordo com José Antônio Campos Jardim, presidente da CUFA Paraná, ao todo, 20 cidades do estado são atendidas pela CUFA. “Ao todo, foram beneficiados 2 milhões de pessoas com 6 milhões de toneladas de alimentos, transferência de renda, além da distribuição de 500 mil chips para mães cadastradas. No Paraná, dez mil mães através do chip”, disse José Antônio.

A seleção

A seleção das mães é feita a partir das instituições locais que conhecem o território e as mulheres que estão passando por situações de maior vulnerabilidade no momento. O presidente da CUFA Paraná, pontuou ainda que a entidade nunca havia executado este tipo de ação, de pedir dinheiro ou alimentos. “Sempre fizemos nossas ações e tocamos a nossa vida. Nossa bases focavam no empreendedorismo. Mas a pandemia fez a gente mudar nossas articulações de logística, local de matriz produtiva e transformando nossos espaços em centros de auxílio humanitário para as favelas”, afirmou.

De acordo com Juliana Pereira, beneficiada do projeto e residente em Araucária, região metropolitana de Curitiba, com as dificuldades advindas da pandemia, os auxílios da Cufa, foram de grande amparo tanto para ela, como para sua comunidade. “Quando tive Covid, recebi o voucher e eles me auxiliaram. Utilizei também para levar meu filho no tratamento e para buscar medicação”, conclui Juliana.

Durante a pandemia, a Central Única das Favelas deu início a um grande mutirão social humanitário de enfrentamento à Covid-19 no Paraná. De acordo com a Secretaria de Saúde do Paraná, o estado ultrapassou os 14 mil óbitos pela Covid-19 na última quarta-feira (17/03). Até o momento, são 769.966 casos confirmados e 14.087 mortos em virtude da doença. “Na pandemia, as mães solos são as mais prejudicadas. Nós estamos num momento crítico e todo cuidado é pouco. Então, tentamos levar as famílias e os seus entes mais idosos para se vacinarem, com o conforto e a segurança do Uber”, conclui o José Antônio.

APOIO-SITE-PICPAY

3 Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.