Coronavírus: 90% dos moradores de periferia não se sentem protegidos pelo Governo

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Um levantamento feito pela agência Responsa mostra que 96% dos moradores de periferias brasileiras acham que o Governo não está realizando ações específicas eficazes para ajudar os mais pobres em meio a pandemia do novo coronavírus. A pesquisa, realizada entre os dias 25 e 28 de março, ouviu 525 pessoas que pertencem às classes C, D e E.

Moradores de periferia não se sentem protegidos pelo Governo (Foto: Reuters / Ricardo Moraes)

Samuel Gomes, chefe de criação da Responsa, está preocupado com a propagação do Covid-19 nas favelas e comunidades. “Estamos sempre em contato com os nossos, pois todo mundo vive muito junto na periferia – avós, pais, filhos e tios. E sabemos, por enfrentarmos a realidade do SUS e do transporte público, que a transmissão da doença vai afetar principalmente a gente”, afirmou, em entrevista ao Estadão.

Ainda de acordo com o levantamento, 96% dos moradores de periferias acreditam na eficácia da quarentena. No entanto, apenas 48% podem ficar em casa, sejam afastados do trabalho ou fazendo home office. No último sábado (28), o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, responsabilizou a elite pela propagação do Covid-19 e disse que o vírus já está nas comunidades periféricas.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.