Com 121 anos, idosa da Bahia é “descoberta” em atendimento médico e pode ser a mais velha do mundo

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Maria Gomes dos Reis precisou ser atendida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), na cidade baiana de Bom Jesus da Lapa, na última terça-feira (3) e foi “descoberta” pela prefeitura, aos 121 anos de idade.

O registro mostra a data de nascimento: 16/06/1900 – Foto: Reprodução

Nascida em 16 de junho de 1900, D. Maria é natural do povoado de Bela Vista, no município de Bom Jesus da Lapa, onde reside até hoje e mora com a neta, Célia Cristina, que contou todos os filhos já faleceram e a avó era bem ativa e cuidou de toda família. “Ela criou os netos e bisnetos. Ela que cuidava de tudo. Era bem ativa até pouco tempo, cozinhava, lavava roupas”, disse em entrevista à TV Oeste, afiliada da TV Globo no Estado.

Leia também: Majur disponibiliza 50 ingressos gratuitos para transexuais no seu show em Salvador

Célia disse também que, atualmente, vive me função da avó que depende de cuidados diariamente. “Dou comidinha na boca, nós temos que fazer tudo, trocar faldas. A minha vida agora está resumida em cuidar dela”, contou Célia.

Mais velha do mundo

Atualmente, uma freira francesa, Lucile Randon, de 118 anos, é a mulher mais velha do mundo, segundo o Guinnes Book, o Livro dos Recordes. Com a “descoberta” de D. Maria Gomes, com seus 121 anos, ela pode passar a ser a pessoa com mais longevidade no planeta. No dia 19 de abril deste ano, faleceu a japonesa Kane Tanaka, que detinha o título de mais velha do mundo.

“A idade avançada a gente sabe que ela tem, mas saber que ela é a mais velha do mundo? A gente fica até abismada”, finaliza Célia.

APOIO-SITE-PICPAY

Igor Rocha

Igor Rocha é jornalista, nascido e criado no Cantinho do Céu, com ampla experiência em assessoria de comunicação e escritor nas horas vagas. Editor e coordenador regional do Notícia Preta

2 Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.