Coletivo lança livro de biografias de mulheres negras

APOIE O NOTÍCIA PRETA
Bruna Silveira é uma das coautoras do livro – Foto: Arquivo pessoal

Será lançado no próximo sábado (10) o livro ilustrado Narrativas Negras: biografias ilustradas de mulheres pretas brasileiras e tem o objetivo de trazer à população brasileira histórias de mulheres que participaram ativamente da construção política educacional, social e cultural do Brasil. O livro, publicado pela editora Voo, começou a ser construído em 2019 e conta com a participação de 70 mulheres, entre escritoras e ilustradoras. A obra foi desenvolvida a partir do trabalho acadêmico da graduanda em design gráfico e UX Researcher, Isadora Santos, que consistia na produção de um livro. No início de 2020, o coletivo criou um financiamento coletivo e o valor arrecadado foi direcionado para a impressão dos exemplares e produção em geral. “Nossa maior motivação tem sido o acolhimento de todos e o crescimento da nossa rede de apoio”, conta Isadora.

A ideia

Ainda segundo Isadora, o livro nasceu da vontade de levar a história das mulheres pretas brasileiras – que transformaram o rumo histórico do Brasil – até meninas e mulheres pretas, que transformarão o amanhã do país. “A seleção das personalidades femininas negras contemporâneas foi feita a partir de uma pesquisa quantitativa e qualitativa, com resultados que nos possibilitaram listar as personalidades que mais representam e são lembradas atualmente pela comunidade”, afirmou.

Carol Bicalho – Foto: Arquivo Pessoal

Homenageadas

O livro conta com 41 biografias ilustradas de mulheres negras de várias áreas – abolição, política, cultura, educação e esporte. São elas: Adelina, a charuteira; Aida dos Santos; Almerinda Farias; Antonieta de Barros; Aqualtune; Benedita da Silva; Berenice Kikuchi; Carolina de Jesus; Chica da Silva; Clementina de Jesus; Conceição Evaristo; Dandara dos Palmares; Djamila Ribeiro; Dona Ivone Lara; Elza Soares; Esperança Garcia; Eva Maria de Bonsucesso; Geni Guimarães; Irenice Rodriguez; Jovita Alves Feitosa; Kênia Maria; Laudelina de Campos Melo; Luísa Mahin; Lélia Gonzales; Marta da Silva Vieira; Mãe Beata de Yemanja; Mãe Luiza; Mãe Menininha dos Gantóis; Mãe Stella de Oxóssi; Maria Beatriz Nascimento; Maria Felipa Oliveira; Maria Firmina; Marielle Franco; Marli Pereira Soares; Neusa Santos; Rosana Paulino; Ruth de Souza; Sonia Guimarães; Sueli Carneiro; Tereza de Benguela; Tia Ciata.“As referências históricas reais são essenciais para que possamos nos ver, entender e posicionar como pessoas negras. Já no caso de leitores de outras raças, é importante para que compreendam, respeitem e deem o valor merecido à nossa cultura e às questões históricas. Hoje, temos muitos desejos e sonhos com o Narrativas Negras e ainda não chegamos nem na metade do caminho e das realizações que nos esperam! Cada um dos nossos que vai ao chão, semeia potência para que tenhamos força para virar o jogo! No final, tudo se resume a Ubuntu: eu sou porque você é!”, finaliza Isadora.

SERVIÇO

Livro: Narrativas Negras: biografias ilustradas de mulheres pretas brasileirasEditora VooLançamento:10 de outubroMais informações: www.instagram.com/narrativas.negras

APOIO-SITE-PICPAY

Igor Rocha

Igor Rocha é jornalista, nascido e criado no Cantinho do Céu, com ampla experiência em assessoria de comunicação e escritor nas horas vagas. Editor e coordenador regional do Notícia Preta

1 Comment

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.