Brasil cai duas posições no ranking mundial de corrupção

APOIE O NOTÍCIA PRETA

O Brasil caiu duas posições no ranking mundial da corrupção e agora aparece na 96ª posição, em um universo de 180 países pesquisados pela Transparência Internacional. Em 2020, o país estava na 94ª colocação e os dados foram divulgados nesta terça-feira (25).

O Brasil caiu duas posições no ranking – Foto: Cottonbro

No Índice de Percepção da Corrupção (IPC), quanto melhor a colocação menos corrupto o país é. Em 2012, o Brasil ocupava a 69ª posição no ranking, durante o governo Dilma Rousseff. Já em 2019, sob a tutela do presidente Jair Bolsonaro, o Brasil chegou ao 106º, o pior índice até o momento.

O Brasil ficou abaixo da média global, que atingiu 43 pontos, numa escala de zero a 100, onde o país atingiu 38 pontos. Além disso, o Brasil também está atrás da média de países da América Latina, que obteve 41 pontos.

Leia também: Bolsonaro corta verbas voltadas para indígenas, quilombolas e pesquisas científicas

De acordo com o relatório, as maiores pontuações são de Dinamarca, Finlândia e Nova Zelândia (88 pontos), seguidos por Noruega, Singapura e Suécia, que chegaram aos 85 pontos. Do outro lado, as piores avaliações são de Venezuela (14 pontos), Somália e Síria (13 pontos) e Sudão do Sul (11 pontos).

“O Brasil está passando por uma rápida deterioração do ambiente democrático e desmanche sem precedentes de sua capacidade de enfrentamento da corrupção”, afirma Bruno Brandão, diretor executivo da Transparência Internacional – Brasil, em entrevista ao G1.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.