Após ser expulsa, mulher acusa restaurante da Zona Sul do Rio de racismo: “Serviam a todos, menos a mim”

APOIE O NOTÍCIA PRETA

O Marius Degustare é um tradicional restaurante e ponto de referência da Avenida Atlântica, na orla da praia do Leme, Zona Sul do Rio de Janeiro. E foi lá onde uma mulher identificada como Regina Santos diz ter sido discriminada. De acordo com relato nas redes sociais, ela foi expulsa do estabelecimento. O fato teria ocorrido na semana passada.

Regina registrou sua ida ao restaurante (Foto: reprodução/Instagram)

“Estava no restaurante Marius Degustare esperando minha amiga e me senti humilhada. Serviam a todos, menos a mim. Perguntei o porquê de não estarem me servindo. Falei que era preconceito. Logo depois, veio um homem branco, de cabelo comprido, e pediu para eu me retirar. Eu falei que não, que direitos são iguais. Um funcionário dele falou: ‘deve ser uma puta esperando gringo’. Levantei chorando para pagar a cerveja longneck que consumi. Ele não quis aceitar e pediu ao segurança para me colocar para fora. Eu me senti um lixo. Foi preconceito, sim! Fui à delegacia prestei queixa contra eles”, escreveu Regina.

A denúncia teria sido registrada na 12ª DP (Copacabana), que é a responsável pela região do Leme. Nossa reportagem entrou em contato com a assessoria de comunicação da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, mas não houve resposta até o momento. O restaurante Marius Degustare também não se pronunciou ainda.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.