Alê Santos transforma posts no Twitter em obra literária e em podcast

O Twitter ficou pequeno para o tamanho do conhecimento de Alê Santos,  tanto que o pesquisador, que ficou famoso por escrever sequências de posts explicando fatos históricos dos negros na diáspora, abriu asas e está alçando voos maiores. Além de lançar a pré-venda para o seu primeiro livro que se chamará Rastros da Resistência, pela editora  

Panda Books, e trará muito do conteúdo compartilhado na rede social, só que com mais profundidade e referência bibliográfica completa, o autor também está lançando um podcast chamado Raízes Negras, que vai trazer as narrativas de personagens negros importantes com algumas dramatizações dos fatos.

Alê Santos transforma posts no Twitter em obra literária e em podcast

A expectativa pela obra, que foi anunciada há algum tempo, era tão grande que em poucas horas a primeira “recompensa” para quem adquirir um exemplar na pré-venda já estava esgotada.

“Tô muito feliz com o resultado. Tivemos que aumentar a recompensa de autógrafos de 100 para 250 cópias. Acredito que ainda haverá um novo gás na campanha quando divulgarmos o projeto visual, que vai ficar absurdamente lindo”, entrega o autor.

No site criado para a pré-venda, Alê fala um pouco sobre o processo de escrita:“Eu me dediquei ao máximo para que minha visão sobre essas histórias contribua para a reconstrução do imaginário popular brasileiro que recai sobre o povo preto carregado de estereótipos raciais. Eu acredito no poder que o imaginário tem para consolidar nossa  

realidade. Yuval Harari chama isso de realidade imaginada: ‘Uma realidade imaginada é algo em que todo mundo acredita e, enquanto essa crença partilhada persiste, a realidade imaginada exerce influência no mundo’.

Nas ondas da internet

Ainda em 2019, o escrito contará suas narrativas também em podcasts. Lançado essa semana, Raízes negras (https://raizesnegras.com.br/) ainda não tem data definida de estreia, mas já possível fazer a assinatura pelo Spotify ou iTunes.

“A Estalo Podcast tem um trabalho bem bacana e me procurou com a ideia de adaptar as histórias que eu conto no twitter para o podcast. Eu estou trabalhando com ele desde o começo do ano, pensando em coisas que poderia escrever, porque não posso reproduzir as histórias do livro em outra mídia”, conta Alê Santos.

A primeira temporada terá 20 episódios e o roteiro e gravação do primeiro episódio estão a pleno vapor: “Eles serão dramatizados por atores, haverá interpretação de alguns personagens, vai ser um formato de áudio e drama”.

Serviço:

Para comprar o livro na pré-venda clique aqui

Lídia Michelle Azevedo

Formada em Comunicação Social - Jornalismo pela UFRJ, em 2009, já passou pelas redações do Jornal dos Sports, Assessoria de Imprensa do IBDD (Instituto Brasileiro dos Direitos da Pessoa com Deficiencia) Revista Ferroviária, Expresso, Extra, Canal A e atualmente está na assessoria de comunicação da Fundação Cecierj.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: