Adolescente de 16 anos é baleado e morto dentro de casa em megaoperação policial no Complexo da Penha, no Rio

APOIE O NOTÍCIA PRETA

O jovem Thiago da Conceição, de 16 anos, morreu hoje (18) depois de ser baleado no Morro da Fé, no Complexo da Penha, na Zona Norte do Rio, mesma região onde aconteceu uma megaoperação chamada “Coalizão pelo Bem”. Thiago estava dentro de casa quando foi baleado na cabeça. Quatro pessoas foram baleadas e levadas para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, mas três já chegaram mortas, segundo a Secretaria Estadual de Saúde.

Desde o início da manhã de hoje, as polícias Civil e Militar do Rio de Janeiro, em conjunto com as polícias do Pará e do Amazonas, cumprem mandados de prisão contra líderes de organizações criminosas de outros estados que se instalaram em comunidades do Rio. Os alvos, segundo investigações, estão refugiados na Vila Cruzeiro. O objetivo era prender um dos chefes do tráfico do Comando Vermelho, mandante dos ataques em Manaus, no Amazonas, segundo a Polícia Civil do Rio.

Leia também: Jovem grávida é baleada e morta durante operação policial no Lins de Vasconcelos, Rio de Janeiro

No total, 3 pessoas foram mortas, incluindo o menino Thiago, e 15 pessoas foram presas. Também foram apreendidos dinheiro, um fuzil, munição, drogas e uma granada. Uma pessoa foi morta em Manaus e segundo a polícia o homem era pai de um dos presos que teria tentado reagir e tomar o fuzil de um policial.

Operação “Coalizão pelo Bem”

200 homens da Polícia Civil e 400 da Polícia Militar participaram da operação do Departamento Geral de Combate à Corrupção, Organizações Criminosas e à Lavagem de Dinheiro, assim como o Comando de Operações Especiais (COE), da Polícia Militar, que saíram para cumprir 18 mandados de prisão temporária e 35 mandados de busca e apreensão nos três estados.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.