Vera Magalhães relaciona samba, tráfico e milícia em pergunta a Martinho da Vila

APOIE O NOTÍCIA PRETA

A apresentadora do Programa Roda Viva, da TV Cultura, Vera Magalhães, foi um dos assuntos mais comentados do Twitter nesta terça-feira (17), depois que questionou o sambista Martinho da Vila sobre a ligação entre escolas de samba, tráfico e milícias, na entrevista da última segunda-feira (16). 

Momento em que Vera Magalhães questiona Martinho da Vila – Vídeo: Reprodução TV Cultura

Em resposta, o sambista ressaltou que “o jogo do bicho foi inventado em Vila Isabel, mas não tenho notícia da milícia dirigindo uma escola de samba”. Não satisfeita com a resposta, Vera ainda insistiu e perguntou sobre a ligação de Adriano da Nóbrega, miliano morto pela polícia baiana no início deste ano, com a escola de samba Vila Isabel, agremiação de Martinho. Visivelmente desconfortável, o compositor disse que não sabia nada sobre o assunto.

Após o programa, a apresentadora foi ao Twitter e disse que ““Martinho da Vila desconversou quando questionei sobre a infiltração mais recente das escolas de samba do Rio pelas milícias. Isso é um tema tabu que os sambistas têm de enfrentar”, escreveu.

Leia também: Nos últimos 4 anos, apenas 13 entrevistados do programa Roda Viva são negros

O que a apresentadora não esperava era a reação imediata de seguidores dela e do próprio Martinho. Uma das primeiras vozes a se levantar foi de Tunico da Vila, filho de Martinho da Vila que respondeu a postagem de Vera. “Meu pai não desconversou… ele só não quis conversar porque realmente é um assunto desnecessário e desrespeitoso com ele…só isso…nada demais”.

Tunico da Vila ainda publicou um tuíte rebatendo a apresentadora e ressaltando os feitos do pai. “Mas com todo respeito a @veramagalhaes, respeite a história de meu pai… porque ele simplesmente semeia no Brasil nossa Africanidade… ele não semeia ódio, milícias e assassinatos como o de Marielle… ele é o MARTINHO DA VILA…. OUVIU BEM? RESPEITE A HISTÓRIA DELE…RESPEITE”, tuitou Tunico.

APOIO-SITE-PICPAY

1 Comment

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.