Chadwick Boseman ganha Globo de Ouro póstumo como melhor ator

APOIE O NOTÍCIA PRETA
Chadwick Bosenan se tornou o quarto ator negro a vencer o Globo de Ouro – Foto: Netflix

O ator norte-americano, Chadwick Boseman, falecido em agosto de 2020, recebeu o Globo de Ouro de melhor ator por sua performance em A Voz Suprema do Blues, estrelado por Viola Davis. No evento, realizado na noite do último domingo (28), foram reconhecidas as melhores obras do cinema e da TV no ano de 2020. A Voz Suprema do Blues foi produzido pela Netflix e foi o último filme do eterno T’’challa, o Pantera Negra. 

A viúva de Chad, como era carinhosamente conhecido, Taylor Simone Ledward, fez um discurso comovente ao receber o prêmio pelo marido. ““Ele agradeceria a Deus. Ele agradeceria aos pais. Ele agradeceria aos seus ancestrais, por sua orientação e seus sacrifícios. Ele diria algo lindo, algo inspirador, algo que amplificaria aquela vozinha dentro de todos nós que diz que você pode e que te diz para continuar – e que te chamaria de volta ao que você deveria estar fazendo neste momento da história”, disse emocionada. 

No discurso, Tayor também lembrou da gratidão que Chadwick nutria por algumas pessoas. “Ele agradeceria ao Sr. George C. Wolfe, ao Sr. Denzel Washington, a muitas pessoas da Netflix. Ele agradeceria a Sra. Viola Davis. Não tenho as palavras dele, mas temos que aproveitar todos os momentos para celebrar aqueles que amamos, então obrigada HFPA, por esta oportunidade de fazer exatamente isso. E, querido? Continue mandando ver”, declarou. 

Com o prêmio, Chadwick Boseman se tornou o quarto ator negro a vencer o Globo de Ouro como melhor ator. Antes dele, apenas Forest Whitaker, por O Último Rei da Escócia (2006), Denzel Washington, por Hurricane, o Furacão (1999) e Sidney Poitier, por Uma Voz nas Sombras (1963) haviam recebido a estatueta.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.