Universitária denuncia racismo na PUC Campinas

APOIE O NOTÍCIA PRETA

No último sábado (14), a reitoria da PUC Campinas recebeu uma denúcia de racismo por parte de um estudante de direito. Segundo a presidente do Centro Acadêmico do campus, Ariane Tomas, o estudante passou a imitar um macaco com ruídos e gestuais, quando o poema “Me Gritaram Negra”, era recitado por Victória Santa Cruz. “Em determinado momento, em que o poema repete várias vezes a palavra negra, o indivíduo subiu as escadas fazendo gestos animalescos. Começou a gritar e a uivar de um forma que a gente nem conseguiu assimilar o que estava acontecendo. Depois ele começou a subir as escadas, com gestos que lembravam os primatas”, afirmou.

Reitoria informou que tomou conhecimento e está apurando o ocorrido – Foto: Divulgação/Puc Campinas

Em nota, o Centro Acadêmico solidarizou com a aluna e repudiou a atitude do colega de campus. “Queremos que a PUC se pronuncie sobre o caso e expulse esse racista da universidade. São tempos obscuros, do qual os fascistas encontraram um terreno fértil para mostrarem sua cara, mas a universidade é diversa, e não podemos permitir que os alunos pretos se sintam ainda mais inseguros neste espaço”, finaliza a nota.

Também por nota, a instituição informou que já determinou abertura de sindicância interna para apurar o caso e que também tomou conhecimento das denúncias de racismo durante o evento. “Assim que o caso for esclarecido, a Universidade divulgará quais providências serão tomadas”, finaliza a nota da Puc de Campinas. 

APOIO-SITE-PICPAY

Igor Rocha

Igor Rocha é jornalista, nascido e criado no Cantinho do Céu, com ampla experiência em assessoria de comunicação e escritor nas horas vagas. Editor e coordenador regional do Notícia Preta

1 Comment

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.