UFPA adota procedimentos de heteroidentificação para candidatos que ingressarem pelo sistema de cotas

APOIE O NOTÍCIA PRETA

A Universidade Federal do Pará (UFPA) passará a adotar procedimentos de heteroidentificação – avaliação por terceiros – dos candidatos negros que concorrerem a cotas nos processos seletivos para cursos da instituição. Segundo UFPA, a medida foi adotada para evitar irregularidades.

A Comissão de heteroidentificação é composta por pesquisadores do movimento negro, e vai avaliar as características físicas do candidato e passa a valer no Processo Seletivo (PS) de 2021.

A partir de agora, a autodeclaração não basta para ingressar na UFBA pelo sistema de reserva de vagas para grupos étnico-raciais, que foi adotada na Federal desde 2013.

O candidato será avaliado por seu fenótipo social, ou seja, suas características físicas. A verificação acontecerá no momento da habilitação dos candidatos aprovados. Perderá o direito à vaga o candidato que não tiver a sua autodeclaração validada.

Durante a comissão, não serão consideradas informações de cor contidas em documentos previamente emitidos, tampouco informações sobre seus ascendentes, como pais ou avós.

APOIO-SITE-PICPAY

Thais Bernardes

Formada em jornalismo pelo Institut français de Presse-Université Panthéon-Assas, em Paris e com especialização em audiovisual pelo Institut Pratique de Journalisme (IPJ), também na França, Thais Bernardes é jornalista, assessora de imprensa e idealizadora do portal Notícia Preta, um site de jornalismo colaborativo. Antes de concluir seus estudos na Europa, Thais cursou Relações Públicas na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), onde ingressou através do sistema de cotas. Após atuar como produtora no canal de TV France 2, em Paris, foi repórter no Jornal Extra, na rádio BandNewsFM e coordenadora de Comunicação da Secretaria de Estado de Direitos Humanos do Rio. Em novembro de 2018 a jornalista decidiu criar o portal Notícia Preta como forma de combater, através do jornalismo, o racismo e as desigualdades sociais.

1 Comment

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.