Empresa de educação financeira realiza cursos para periferia de SP

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Estão abertas as inscrições para o curso de Educação Financeira, promovida pela No Front Empoderamento, uma empresa dedicada a compartilhar conhecimentos e saberes acerca do universo financeiro. A ideia é que a cultura financeira seja disseminada e chegue até às favelas e comunidades de São Paulo.

O curso será realizado nos dias 16 e 23 de março, das 14h às 19h em São Paulo e tem carga total de 10 horas. Consumo, endividamento, mecanismos de organização de finanças pessoais e introdução à investimentos são alguns dos temas a serem abordados. O primeiro lote e mais informações sobre o curso estão disponíveis neste link.

Segundo o Data Favela (a maior pesquisa sobre a economia da favela já realizada, em 2014, por Celso Athayde e Renato Meirelles) 28% dos moradores das comunidades têm intenção de abrir o próprio negócio. Desses, 59% esperam empreender dentro da favela. Na empresa no No Front, o público mais frequente nos cursos, são mulheres de 18 a 40 anos.

No Front é um projeto idealizado por Gabriela Chaves, economista formada pela PUC-SP, Mestranda em Economia Política Mundial na UFABC, com 5 anos de experiência no mercado Financeiro e Pesquisadora do NEPAFRO – Núcleo de Estudos Afro-Americanos.

Curso de Educação Financeira

16 e 23 de março  na República (SP)

Carga Horária: 10h por curso

Realização: No Front – Empoderamento financeiro

APOIO-SITE-PICPAY

Fernanda Quevedo

é Mato-grossense e tem 32 anos. É redatora publicitária, escritora e social media. É formada em Serviço Social e pós-graduanda em Marketing. Já foi ativista pela democratização da comunicação e da Cultura, sendo uma das fundadoras da Midia Ninja e trabalhando em diversas organizações do terceiro setor em Cuiabá, São Paulo, Porto Alegre e Brasília. Hoje mora no Rio de Janeiro e realiza projetos e consultorias de letramento e escrita criativa digital.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.