Tragédia em Petrópolis: Desabrigados vão receber aluguel social de R$ 1 mil 

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Os desabrigados da tragédia em Petrópolis, na Região Serrana do Rio, vão receber R$ 1 mil de aluguel social, sendo R$ 800 pagos pelo Governo do Estado e R$ 200 pela Prefeitura. Além disso, as vítimas vão ser incluídas no Cartão Imperial para receber R$ 70 mensais como complemento de renda. A decisão foi anunciada após encontro entre o prefeito Rubens Bomtempo e o governador Cláudio Castro e também contou com a presença de representantes do Ministério Público do Rio, da Defensoria Pública e integrantes da Igreja Católica. 

Bombeiros, moradores e voluntários trabalham no local do deslizamento no Morro da Oficina, após a chuva que castigou Petrópolis, na região serrana fluminense. Foto: Agência Brasil

“Os pontos de apoio têm a listagem das famílias que estão abrigadas e essas pessoas estão automaticamente cadastradas no programa do Aluguel Social. O próximo passo agora é fazer esse cadastramento das pessoas que estão desalojadas. Estamos trabalhando em conjunto com todos os setores tanto do município quanto do Estado para atender as famílias”, disse o prefeito Rubens Bomtempo. 

Leia também: 178 mortes: número é o maior já registrado por chuvas em Petrópolis  

Segundo a Prefeitura, o cadastro das pessoas que estão em pontos de apoio é automático e o próximo passo é fazer o levantamento daqueles que estão desalojados e se abrigaram de outras maneiras. O aluguel social é um benefício cujo objetivo é permitir que as famílias possam alugar quartos ou casas temporariamente.  

Na tarde desta segunda-feira, 21, a Defesa Civil municipal voltou a acionar sirenes localizadas próximas a áreas de risco diante da previsão de chuva. Os moradores também receberam comunicado por mensagem de celular e por aplicativos. 

De acordo com o município, são 967 pessoas desabrigadas e acolhidas em 19 escolas públicas da cidade. O temporal que desabou em Petrópolis foi o maior na cidade desde 1932, conforme dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Choveu quase 260 milímetros em poucas horas. As buscas pelas vítimas continuam. Conforme o Corpo de Bombeiros do Rio, 24 pessoas já foram resgatadas com vida. 
 

APOIO-SITE-PICPAY

Wellington Andrade

Jornalista formado pela FACHA (Faculdades Integradas Hélio Alonso) e pedagogo pela UERJ. Atualmente escreve para o Portal Notícia Preta e atua no segmento de assessoria de imprensa em parceria com a agência Angel Comunicação. Possui passagens por diferentes veículos como repórter, produtor e apurador, dentre eles TVs Record, SBT e Rede Vida de Televisão, além das rádios Bicuda FM, Nativa FM, Tupi AM e FM, Revista Ziriguidum Nota 10 e no portal especializado em Carnaval SRZD, do jornalista Sidney Rezende. Instagram: @reporterwellingtonandrade

1 Comment

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.