Relatório legislativo aponta redução nas verbas para combate ao racismo

APOIE O NOTÍCIA PRETA
A juventude Negra é a maior vítima dos assassinatos de acordo com o Atlas da Violência

A Consultoria Legislativa da Câmara dos Deputados divulgou o relatório Direitos da População Negra e Combate ao Racismo
que mostra a redução de verbas federais para combater as práticas racistas. O relatório aponta que o governo federal não tem executado parte dos programas de combate ao racismo e violência contra as minorias representativas, como comunidade LGBTQI+.

O relatório mostra, por exemplo, que o Plano Nacional de Enfrentamento ao Homicídio de Jovens sequer foi imp Além disso, o Juventude Viva, um dos principais programas de prevenção e combate ao homicídio de jovens do governo federal, foi paralisado em 2019. O Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos alega que o programa está passando por reformulação.

Atlas da Violência
A publicação aponta que, em 2018, mais de 30 mil jovens, entre 15 e 29 anos, foram assassinados, representando 54% dos óbitos registrados. Além disso, o Atlas mostra também que os homicídios de pessoas negras (somatório de pretas e pardas) aumentou 11% na ultra década. Já as mortes de pessoas não negras tiveram uma queda de 12,9%, no mesmo período.

APOIO-SITE-PICPAY

Igor Rocha

Igor Rocha é jornalista, nascido e criado no Cantinho do Céu, com ampla experiência em assessoria de comunicação e escritor nas horas vagas. Editor e coordenador regional do Notícia Preta

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.