Quatro pessoas são presas por ataques racistas a jogadores da seleção inglesa

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Após publicarem mensagens com ofensas racistas a jogadores negros da seleção inglesa, quatro pessoas foram presas nesta quinta-feira (15). Os textos foram postados na internet depois da derrota da Inglaterra para a Itália na final da Eurocopa, no último domingo (11).

Três jogadores negros, Marcus Rashford, Bukayo Saka e Jadon Sancho, perderam os pênaltis, depois de um empate de 1 a 1, e foram alvos de ataques racistas. O chefe da polícia, Mark Roberts, afirmou que o ataque foi vil e que os criminosos vão sofrer consequências sérias.

Leia também: Homem chama jovens negros de “animais de estimação” na Inglaterra

“O time da Inglaterra foi um modelo durante o torneio, eles foram profissionais e dignos. Tenho nojo das pessoas que pensam que é aceitável se dirigir a eles ou a qualquer pessoa com esses abusos”,

disse Roberts

O primeiro-ministro, Boris Johnson, prometeu banir os racistas dos estádios. No dia da final, 13 de julho, houve 264 prisões e 897 registros policiais no país ligados ao futebol.

APOIO-SITE-PICPAY

1 Comment

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.