Projeto oferece cursos gratuitos de cinema negro

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Serão ministrados 4 cursos com 240 vagas ao todo e prioridade para pessoas pretas, de baixa renda, moradores de periferias, mulheres e pessoas trans

Zósimo Bulbul no set do filme “Abolição” de 1988

Com o intuito de propagar conhecimento sobre o cinema negro, o Centro Afro Carioca de Cinema Zózimo Bulbul e a Odun Produções com apoio do CTAV criaram um curso gratuito com foco em pessoas pretas, trans, mulheres, jovens e moradores de periferias com baixa renda. O Cinema e Pensamento: Narrativas Negras está com inscrições abertas até 15 de junho.

Os interessados podem se inscrever em uma das quatro opções de cursos: Roteiro, Direção, Direção de Fotografia e Realização em Audiovisual. O conteúdo será dividido entre aulas sequenciais de teoria e prática, aulas Magnas e Master Classes com profissionais que compartilharão seus saberes no campo do cinema negro e suas especificidades. Ao final do curso, os alunos terão um objetivo prático de realizar um curta metragem em isolamento.  

Em meio a pandemia pelo novo coronavírus, o iniciativa pretende qualificar e fortalecer na teoria e prática os participantes em audiovisual e suas inúmeras vertentes na linguagem do cinema negro. Além de revisitar o legado deixado por Zózimo Bulbul, um grande representante do cinema brasileiro.

As inscrições podem ser feitas através do link a seguir:
Curso 1 Roteiro – https://forms.gle/Mt3AREfqVn6E5szN9
Curso 2 Direção – https://forms.gle/EykbVcZFeaZa21Q1A
Curso 3 Direção de Fotografia – https://forms.gle/9RdznrHW2C6tFeH46
Curso 4 Realização – https://forms.gle/JvmJWRHeC1Jjhi3c7

O resultado da seleção será divulgado no site do Afro Carioca de Cinema e na página do Facebook. Sendo que, é necessário confirmar a matrícula por e-mail entre 19 e 22 de junho de 2020. Os alunos terão as aulas através da plataforma Zoom, previstas com o início para o dia 23 de junho.

APOIO-SITE-PICPAY

Thais Bernardes

Formada em jornalismo pelo Institut français de Presse-Université Panthéon-Assas, em Paris e pelo Institut Pratique de Journalisme (IPJ), também na França, Thais Bernardes é jornalista, fundadora e CEO do portal Notícia Preta e podcaster do Canal Futura. Antes de concluir seus estudos na Europa, Thais cursou Relações Públicas na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), onde ingressou através do sistema de cotas. Após atuar como produtora no canal de TV France 2, em Paris, foi repórter no Jornal Extra, na rádio BandNewsFM e coordenadora de Comunicação da Secretaria de Estado de Direitos Humanos do Rio. Em novembro de 2018 a jornalista decidiu criar o portal Notícia Preta como forma de combater, através do jornalismo, o racismo e as desigualdades sociais.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.