Projeto da USP oferta 120 vagas para meninas negras e indígenas ingressarem na área científica

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Em busca de uma equidade racial e de gênero, a segunda edição do projeto Astronomias da Universidade de São Paulo (USP) oferta 600 vagas para meninas com idade entre 14 e 17 anos ingressarem na área científica até o dia 07 de junho. Desse total, 120, ou seja 20%, serão destinados exclusivamente para alunas negras e indígenas. As interessadas devem preencher o formulário online

A seleção será feita por meio de um sorteio transmitido ao vivo, e a relação de sorteadas será divulgada no site do Astrominas. Além da cota racial, terá a cota social: 60% para estudantes de escolas públicas e os outros 20% serão sorteadas somente entre estudantes de escolas privadas. 

Veja também: https://noticiapreta.com.br/%ef%bb%bfuniversidade-estadual-do-ceara-estreia-exposicao-mulheres-negras-nas-ciencias/ 

As participantes confirmadas serão alocadas em grupos de discussão no WhatsApp liderados pelas mentoras, que poderão ser estudantes de graduação, pós-graduação e cientistas. A supervisão ficará a cargo da coordenadora do projeto Elysandra Figueredo Cypriano.  

Mulheres na ciência

Rodas de conversas, experimentos, elaboração de murais e palestras abarcando as áreas de astronomia, ciências atmosféricas, física, geociência, geofísica, matemática, oceanografia e química, além de discussões sobre a vida na universidade do ponto de vista feminino, compõem a programação de atividades que ocorre no período de 28 de junho a 23 de julho. A ação que sucederá de segunda a sexta-feira irá necessitar da disposição de três horas diárias para atividades. 

Entre os pré-requisitos estão elencados a identificação com o gênero feminino (cis ou trans), a matrícula regular em uma escola da educação básica e o acesso a um dispositivo com internet para assistir vídeos e participar de grupos de discussão. 

O intuito do projeto originado em 2018 por mulheres do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG) é facilitar o acesso de jovens estudantes ao ensino superior, através da aproximação do contato entre essas mulheres cientistas, também impulsionando a escolha e a manutenção das carreiras de Ciência e Tecnologia, desconstruindo assim o preconceito de gênero nas áreas científicas.

Dúvidas podem ser sanadas por meio do contato com o e-mail eventosiag@usp.br ou através do regulamento na íntegra

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.