Policial que matou vendedor de balas no RJ é preso e vai responder por homicídio doloso 

APOIE O NOTÍCIA PRETA

O policial militar Carlos Arnaud Baldez Silva Júnior, que matou o vendedor de balas Hiago Macedo de Oliveira Bastos em frente à estação das barcas, em Niterói (RJ) nesta segunda-feira (14), foi preso e vai responder por homicídio doloso, quando há a intenção de matar. Para a polícia, o agente cometeu o crime por motivo fútil. O rapaz de 21 anos morreu após uma discussão com o policial que estava à paisana no local.

Foto: Reprodução Redes Sociais

De acordo com testemunhas, o vendedor ofereceu o produto para um pedestre e o policial Carlos Arnaud se incomodou com a ação. Os dois teriam se envolvido em uma discussão próximo à bilheteria das barcas e o agente disparou um único tiro que matou Hiago. 

Leia também: Policial mata homem negro em Niterói 

“Mais um confundido. Largou a vida errada e hoje em dia vende bala para sustentar a filha, que daqui a quatro dias vai fazer aniversário. Era o sonho dele fazer a festa de dois anos da filha. Será que ainda vai ter essa festa.”, lamentou Jonathan César, primo do rapaz. 

A Secretaria Municipal de Direitos Humanos está prestando apoio psicológico, jurídico e assistencial à família e seguirá acompanhando as investigações. Já a Secretaria Municipal de Assistência Social e Economia Solidária de Niterói informou que está agilizando os trâmites para o sepultamento da vítima.  

A PMERJ (Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro) informou que, de acordo com informações preliminares, o policial militar de folga interviu em uma tentativa de roubo no local. Abaixo, a nota na íntegra da PM: 

“A Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informa que, no início da tarde desta segunda-feira (14/2), de acordo com informações preliminares, um policial militar de folga reagiu a uma tentativa de roubo na Praça Araribóia, em frente ao Terminal das Barcas de Niterói. O militar tentou intervir na ação e um dos envolvidos teria investido contra sua integridade, sendo atingido por disparo de arma de fogo. O ferido não resistiu. O policial que participou da ação está com um homem, que seria a vítima da tentativa de roubo, prestando depoimento na Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí. A 4ª Delegacia de Polícia Judiciária Militar (DPJM) já foi acionada e acompanha o caso. O policiamento foi intensificado na região da ação”. 

APOIO-SITE-PICPAY

Wellington Andrade

Jornalista formado pela FACHA (Faculdades Integradas Hélio Alonso) e pedagogo pela UERJ. Atualmente escreve para o Portal Notícia Preta e atua no segmento de assessoria de imprensa em parceria com a agência Angel Comunicação. Possui passagens por diferentes veículos como repórter, produtor e apurador, dentre eles TVs Record, SBT e Rede Vida de Televisão, além das rádios Bicuda FM, Nativa FM, Tupi AM e FM, Revista Ziriguidum Nota 10 e no portal especializado em Carnaval SRZD, do jornalista Sidney Rezende. Instagram: @reporterwellingtonandrade

2 Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.