Policial envolvido na morte de Breonna tem vaquinha para arrecadar US$ 75 mil e se aposentar

APOIE O NOTÍCIA PRETA

O detetive Myles Cosgrove, um dos policiais envolvidos no assassinato de Breonna Taylor em março deste ano, ganhou uma campanha na internet para arrecadar fundos para sua aposentadoria. A vaquinha é feita pela família do policial e diz que “ficou claro que será impossível para Myles retornar com segurança à sua posição servindo a comunidade” em Louisville.

A campanha pretende arrecadar US$ 75 mil, o equivalente a R$ 425 mil, e já conseguiu, até o momento, aproximadamente US$ 53 mil.

No texto da página da vaquinha está escrito que, aposentado, ele poderá focar na segurança de sua família, “que tem sido colocada em risco constantemente nos últimos meses”.

Entenda o caso

Breonna Taylor

No dia 13 de março deste ano, Breonna Taylor, uma técnica de emergência médicas, foi morta com oito tiros após a polícia de Louisville ter invadido a casa em que ela dormia com o namorado. O jornal local Courier Journal conta que os policiais faziam investigação a respeito de tráfico de drogas e usaram um mandado de busca em que eles podiam entrar no imóvel “sem bater na porta” de Taylor, ou se identificar como membros da corporação.

Apesar de os policiais estarem atrás de dois homens envolvidos com o narcotráfico, a casa de Taylor entrou na investigação porque a polícia suspeitava de que o imóvel servia como um ponto para receber as drogas. Os três agentes participantes da ação alegam que informaram a presença no imóvel e que o namorado de Breonna teria atirado neles — que revidaram.

Os protestos Black Lives Matter têm se organizado para cobrar agilidade na abordagem do caso e não deixar com que a morte de Breonna caia no esquecimento. O site Fight for Breonna também colhe assinaturas em petição por justiça para os familiares e amigos.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.