Capa da revista Marie Claire só com diretoras brancas causa revolta: “A quem serve o feminismo de vocês?”

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Uma matéria publicada no site da revista Marie Claire na última sexta-feira (1) gerou polêmica nas redes sociais. Intitulada “Mulheres no comando: conheça as diretoras por trás dos maiores sucessos da Globo”, o texto põe em foco oito mulheres. Todas brancas.

Matéria gerou bastante repercussão nas redes sociais (Foto: Reprodução / Internet)

Muitas pessoas questionaram o porquê de não ter nenhuma mulher negra no audiovisual na empresa. O coletivo Potências Negras – composto por artistas, jornalistas, ativistas e profissionais de diversas áreas do audiovisual – redigiu um manifesto criticando a falta de diretoras pretas na Globo.

Confira:

“A matéria da Marie Claire (‘mulheres no comando: Conheça as diretoras por trás dos maiores sucessos da Globo”) atesta que as mulheres negras são inexistentes nas áreas de poder da Globo. Elas não são chefes nas salas de roteiros, nem diretoras, tampouco diretoras artísticas, cargos historicamente ocupados por homens e brancos e, agora, reservados a um seleto grupo de mulheres brancas. Essa publicação nos faz acreditar que a revista Marie Claire, assim como a Globo, acham isso natural.⁣⁣

Até quando mulheres negras serão invisibilizadas? Até quando a falsa meritocracia será utilizada para reproduzir a exclusão de mulheres negras em espaços de poder?⁣

E nós, mulheres negras, não somos mulheres? ⁣

E vocês mulheres brancas, quando se olharam, no dia do ensaio, não notaram que algo estava errado? Afinal, a quem serve o feminismo de vocês? ⁣⁣

O movimento “Mexeu com uma mexeu com todas” foi liderado por mulheres brancas e poderosas da emissora, em defesa da figurinista vítima de assédio. Exigimos essa mesma força para combater a invisilidade de mulheres negras.⁣⁣

Essa política de exclusão não é aplicada apenas na Rede Globo, mas em todas as emissoras e na estrutura do audiovisual. ⁣

Por bem ou por mal, o mercado do audiovisual vai entender que nós, mulheres negras, também pertencemos a ele. ⁣

Quem não faz parte da tomada de poder, tem ele tomado!”

APOIO-SITE-PICPAY

1 Comment

  • Essas revistas sempre foram racistas, feitas pir brankkkas… globo, abril… essas senhoras são o supra sumo da hipocrisia, elite escrota q cria panelinhas brankkkas e tudo gira em torno delas. SP é o berço do racismo institucional. Folha SP, Estadão… bando de fascistas pseudo intelectualizados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.