Policiais são suspensos após algemarem e jogarem spray de pimenta em menina de nove anos nos Estados Unidos

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Fonte: AFP

Um vídeo onde policiais algemam e jogam spray de pimenta em uma menina negra de nove anos em Rochester, nordeste dos Estados Unidos, provocou uma nova onda de indignação com os métodos utilizados pelas forças de segurança no país. Após a divulgação das imagens os agentes foram suspensos.

Os agentes que foram acionados na última sexta-feira (29) para um caso de ‘pertubação familiar’. A polícia local justificou a ação alegando que a menina, que não teve a identidade revelada, sofria de uma grave emergência de saúde mental, com ameaças de matar a mãe e cometer suicídio.

Ao chegarem no local algemaram a criança empurrando-a na neve enquanto ela gritava repetidamente pelo pai, conforme mostra as imagens.

A certa altura, um policial diz: “Você está agindo como uma criança”. Ela responde: “Eu sou uma criança”.

Quando ela se recusou a entrar na viatura, um policial jogou spray de pimenta no rosto da criança. Os agentes alegaram que ter agido assim para garantir a segurança da menina.

A prefeita de Rochester, a afro-americana Lovely Warren, condenou o uso da força contra as crianças e prometeu uma investigação interna sobre as práticas dos policiais da cidade.

Tenho um filho de 10 anos. Ela é uma criança, um bebê. Como mãe, este vídeo não é algo que você queira assistir“, afirmou no domingo.

Esta é a segunda vez em um ano que policiais de Rochester são acusados de atos violentos contra cidadãos negros. Em março, Daniel Prude morreu depois de entrar em coma após sua detenção com extrema violência.

A polícia colocou um capuz em sua cabeça depois que ele cuspiu nos agentes e afirmou que tinha o coronavírus.

A morte de Prude, que também sofria uma crise de saúde mental no momento da detenção, provocou uma investigação e grandes manifestações na cidade.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.