PGE entra com ação criminal no MP-BA contra idosa que chamou PM de ‘macaco’ durante prisão

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Em setembro deste ano, Libânia Maria Dias Torres, de 64 anos, estava sendo detida por agredir a companheira, quando xingou de ‘macaco’ um dos policiais militares. As ofensas foram filmadas e nesta quarta-feira (28), a Procuradoria Geral do Estado (PGE) entrou com ação criminal no Ministério Público da Bahia (MP-BA) contra a mulher.

Além do crime de injúria racial, Libânia responderá por crime de desacato a servidor público em cumprimento de suas funções, uma vez que a mulher deu um tapa no rosto do PM.

A agressora é servidora do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA), que instaurou uma sindicância contra ela há cerca de um mês.

Na ocasião, a filmagem do caso viralizou nas redes sociais. As imagens do caso que aconteceu na noite do dia 16 de setembro, no bairro do Vale dos Lagos, em Salvador, mostram o momento em que os militares tentam colocar a mulher branca, aparentemente algemada, no interior da viatura.

Em um determinado momento, a agressora virou para um dos policiais, um homem negro, e chamou ele repetidas vezes de “macaco”. No fundo do vídeo foi possível ouvir uma mulher que pediu à idosa para que “não faça isso”. As imagens encerram quando o policial consegue abrir a viatura.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.