Participante de A Fazenda diz que pra ela “não existe racismo, cor da pele”

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Na tarde da última quarta feira (18), a participante Bifão (Jhenifer Dulz) reclamou sobre a militância nas redes sociais e os novos padrões de comportamento. De acordo com ela, o humor atual perdeu grande parte de sua força por precisar se preocupar com pautas raciais e sociais.

Jhenifer Dulz, a Bifão, durante conversa com outros participantes do reality – Foto: Reprodução/Play Plus

Em dado momento, ela disse que “as pessoas ficam se vitimizando por coisas pequenas” e completou a fala. “Para mim não existe racismo, cor de pele. E tem gente que tira proveito em certos tipos de situação, então limitamos a certos tipos de humor e no que a gente fala”, disse a blogueira.

Ainda segundo ela, tem intimidade com o Phellipe e a Sabrina [participantes da atual edição de ‘A Fazenda’], e que os chamam de ‘meus pretinhos’. “É uma forma carinhosa. Eu chamo minha mãe de preta, minha avó. Tem gente que acaba se ofendendo. A pessoa é preconceituosa e ela vê isso nos outros. Tudo é racismo, tudo é feminismo, não posso falar nada. Muita coisa tem que ser limitada”, Lamentou.

APOIO-SITE-PICPAY

Igor Rocha

Igor Rocha é jornalista, nascido e criado no Cantinho do Céu, com ampla experiência em assessoria de comunicação e escritor nas horas vagas. Editor e coordenador regional do Notícia Preta

1 Comment

  • Absolutamente normal, a maioria das pessoas brancas negam a desigualdade racial, e brigam para adotando as práticas que eles “acham” não serem racistas e pouco se importam com o que estamos dizendo. E é bem provável que seja a vencedora do programa.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.