Número de brasileiros na pobreza triplica em seis meses, diz FGV

APOIE O NOTÍCIA PRETA

O número de pobres no Brasil saltou de 9,5 milhões em agosto de 2020 para mais de 27 milhões em fevereiro de 2021, segundo um Levantamento da Fundação Getúlio Vargas.

 Em março deste ano, sem auxílio emergencial, o Brasil passou a viver o pior nível de pobreza de toda a série histórica que começa em 2012. Atualmente, quase 117 milhões de brasileiros não se alimentam como deveriam, com qualidade e em quantidade suficiente. Destes, 19 milhões não tem nem o que comer.

Quem mais sofre com a pobreza no Brasil é justamente quem está na base da pirâmide: mulheres, negras de favela e periferia, chefes de família e com pouco estudo. Uma pesquisa, feita em 128 municípios brasileiros, mostra que a pandemia acelerou um processo que o país já estava enfrentando desde 2015.

As regiões mais afetadas são a Nordeste e a Norte onde encontram-se o maior índice de desemprego e a diminuição da renda familiar. Quase quase 60% dos entrevistados dessas regiões contaram com auxilio emergencial, suspendo há cinco meses.

brasileiros na pobreza
O número de brasileiros na pobreza triplicou em seis meses

Leia também: Pandemia: pobreza na América Latina aumenta e atinge os níveis mais altos dos últimos 12 anos

Brasileiros na pobreza e volta do auxílio emergencial

O pagamento da primeira parcela do auxílio emergencial 2021, com valores que variam de R$ 150 a R$ 350, começou nesta terça-feira (06. O pagamento para quem nasceu em janeiro cairá hoje em conta digital aberta pela Caixa Econômica Federal. O dinheiro, entretanto, não poderá ser sacado agora, somente no dia 4 de maio. Ele poderá, entretanto, ser utilizado para para compras, transferências e pagamento de contas, pelo aplicativo Caixa Tem.

Serão pagas quatro parcelas do benefício. A primeira delas será paga ao longo de abril, até dia 30, quando receberá quem nasceu em dezembro. No total, serão quatro parcelas. O calendário de pagamento do auxílio segue o mês de nascimento dos beneficiários. Confira aqui!

APOIO-SITE-PICPAY

Thais Bernardes

Formada em jornalismo pelo Institut français de Presse-Université Panthéon-Assas, em Paris e com especialização em audiovisual pelo Institut Pratique de Journalisme (IPJ), também na França, Thais Bernardes é jornalista, assessora de imprensa e idealizadora do portal Notícia Preta, um site de jornalismo colaborativo. Antes de concluir seus estudos na Europa, Thais cursou Relações Públicas na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), onde ingressou através do sistema de cotas. Após atuar como produtora no canal de TV France 2, em Paris, foi repórter no Jornal Extra, na rádio BandNewsFM e coordenadora de Comunicação da Secretaria de Estado de Direitos Humanos do Rio. Em novembro de 2018 a jornalista decidiu criar o portal Notícia Preta como forma de combater, através do jornalismo, o racismo e as desigualdades sociais.

1 Comment

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.