MC Poze do Rodo doa R$ 20 mil a segurança que foi demitido por gorjeta alta

APOIE O NOTÍCIA PRETA

O cantor MC Poze doou R$20 mil para o segurança Bernardo Henrique, de 27 anos, que foi demitido após aparecer em um vídeo recebendo gorjeta de R$100 do artista.

No início da semana, o cantor de 20 anos mostrou o momento que dava gorjetas para alguns funcionários do condomínio onde mora. Bernardo, que é morador do Complexo do Alemão,  na Zona Norte do Rio, foi um dos trabalhadores que recebeu o agrado do cantor. Vigilante usou os R$100 recebidos do cantor para recarregar o Bilhete Único, já que o pagamento dos dias trabalhados em dezembro estava atrasado.

Logo após receber o valor, o segurança acabou sendo mandado embora, o que gerou revolta nas redes sociais. A empresa nega que tenha desligado o funcionário por conta do presente. Mc Poze se manifestou: “A empresa demitiu o segurança que aceitou um simples agrado. Isso é muita marola com o trabalhador. Sem neurose, que mundo é esse, parceiro?! Como tem gente que consegue ser assim, irmão?”, questionou o funkeiro.

Segundo Bernardo, ele estava trabalhando no condomínio onde o cantor mora, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, quando Poze retornava de um show, na manhã da última segunda-feira (10), o chamou na portaria e entregou o dinheiro.

“Toma para você comprar um pão, beber um refrigerante. Bom trabalho aí”, teria dito o cantor ao entregar a gorjeta.

Dentro do veículo do artista, alguém filmava ação e publicou as imagens nas redes sociais. Segundo Bernardo, ao saber da situação, o ex-chefe do segurança enviou uma mensagem no grupo de trabalho questionando quem seria o funcionário que aparece na gravação.

“Eu me apresentei e expliquei a situação. Meu chefe mandou eu devolver o dinheiro e, na sequência, pediu para eu levar meus documentos para a demissão e me excluiu do grupo [de whatsapp do trabalho]”, contou Bernardo.

O segurança disse que, ao ser admitido na empresa, em dezembro do ano passado, havia sido informado que não poderia pedir nada aos moradores do condomínio: “Água, comida ou qualquer coisa que a gente precisasse, deveria ser avisada no rádio interno”.

Segurança foi demitido logo após circulação de vídeo em que recebe gorjeta de MC Poze — Foto: Reprodução

LEIA TAMBÉM: Após ser criticada por campanha publicitária sem rappers e funkeiros, Lacoste tenta pagar publicidade de artistas com roupa

Resposta da empresa:

Em nota, o grupo Lothar informou que o motivo da demissão não teria sido a doação, mas a postura do profissional.

“A motivação para o desligamento do colaborador em questão, foi a postura incondizente com seus pares e a falta de respeito com o direcionamento dado pela empresa. Outros colaboradores receberam a quantia e seguem com suas atividades normais em seus postos de trabalho”, diz a nota.

Bernardo, no entanto, discorda do posicionamento do grupo Lothar e avalia, inclusive, a possibilidade de recorrer à Justiça para garantir seus direitos.

“Essa nota é difamatória porque eu não fiz nada de errado. Eu sou um segurança recém-formado e eles estão dizendo que eu não tive postura no trabalho, isso é muito ruim porque pode me atrapalhar de conseguir um novo emprego”, rebate.

O profissional disse ainda que uma advogada, que mora condomínio em que trabalhava, se ofereceu para cuidar do caso. “O Poze é muito educado, estava sempre perguntando se precisamos de algo, oferece água, comida. Eu só aceitei o dinheiro porque ele ofereceu de bom grado, é muito injusto o que está acontecendo”, lamenta.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.