“Marighella”, será exibido em Salvador e poderá representar o Brasil no Oscar 2021

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Estrelado por Seu Jorge e previsto para estreia nacional em abril de 2021, o filme “Marighella” terá sessões especiais a partir desta quinta-feira (19) em Salvador, no Espaço Itaú de Cinema – Glauber Rocha. Com isso, “Marighella” estará elegível para quem sabe representar o Brasil no Oscar 2021.

Dirigido por Wagner Moura, o longa-metragem já foi exibido em diversos festivais em mais de 30 países. O filme conta a história do baiano Carlos Marighella, que liderou um grupo de jovens guerrilheiros contra a ditadura militar no Brasil.

A estreia do filme estava prevista para 20 de novembro de 2019. No entanto, faltando pouco mais de dois meses para o lançamento, produtora do longa enviou uma nota comunicando que a estreia estava cancelada no Brasil. Na época, a produção alegou que não conseguiu atender os trâmites burocráticos da Agência Nacional do Cinema (Ancine).

O filme conta um elenco de peso formado por Bruno Gagliasso, Luiz Carlos Vasconcellos, Herson Capri, Humberto Carrão, Adriana Esteves, Bella Camero, Maria Marighella, Ana Paula Bouzas, Carla Ribas, Jorge Paz, entre outros.

As exibições em Salvador, que celebram a Semana da Consciência Negra, seguem até o dia 25 deste mês.

APOIO-SITE-PICPAY

Thais Bernardes

Formada em jornalismo pelo Institut français de Presse-Université Panthéon-Assas, em Paris e com especialização em audiovisual pelo Institut Pratique de Journalisme (IPJ), também na França, Thais Bernardes é jornalista, assessora de imprensa e idealizadora do portal Notícia Preta, um site de jornalismo colaborativo. Antes de concluir seus estudos na Europa, Thais cursou Relações Públicas na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), onde ingressou através do sistema de cotas. Após atuar como produtora no canal de TV France 2, em Paris, foi repórter no Jornal Extra, na rádio BandNewsFM e coordenadora de Comunicação da Secretaria de Estado de Direitos Humanos do Rio. Em novembro de 2018 a jornalista decidiu criar o portal Notícia Preta como forma de combater, através do jornalismo, o racismo e as desigualdades sociais.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.