Jovem branco que furtou bicicleta na frente de shopping é condenado a 16 meses de prisão, no Rio

APOIE O NOTÍCIA PRETA

A Justiça carioca condenou o jovem Igor Martin Pinheiro, de 22 anos, a 16 meses e dez dias de prisão, em regime semiaberto, pelo furto qualificado de uma bicicleta elétrica na frente de um shopping do Leblon, zona Sul do Rio de Janeiro. O caso gerou grande repercussão após o casal, donos da bicicleta, ao notar o sumiço, acusou Matheus Nunes Ribeiro, jovem negro de 22 anos, que possuía uma bicicleta de modelo semelhante e estava na região.

Foto: Reprodução

A decisão foi publicada nesta quinta-feira (26), pela juíza Alessandra de Araújo Bilac, da 40ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ). A sentença foi estabelecida após uma audiência realizada na última quarta-feira (25), onde o acusado permaneceu em silêncio durante todo o interrogatório.

De acordo com o TJ-RJ, Igor deve ser transferido para uma unidade com o sistema compatível ao semiaberto em até 72h. “O réu é conhecido por praticar diversos furtos no bairro, vendendo bens objeto de delitos em site na internet mediante o mesmo modus operanti”, conforme a Justiça.

O acusado estava preso preventivamente desde o dia 17 de junho. Após a divulgação das imagens das câmeras de segurança, a Polícia Civil (PC) chegou ao criminoso, que carregava, no momento da abordagem, uma mochila com um alicate de pressão de 18 polegadas. Igor possui 28 anotações criminais, sendo 14 delas por furto a bicicletas.

LEIA TAMBÉM:

Polícia apreende bicicleta elétrica de jovem negro acusado de roubo para investigar onde ele a comprou

Casal que acusou jovem negro de ter roubado bicicleta é intimado a depor na delegacia

Relembre o caso

No dia 12 de junho de 2021, o professor de surfe Matheus Ribeiro foi acusado, injustamente, de ter roubado uma bicicleta, que estava montado em um modelo semelhante. Mediante as acusações, o jovem mostrou ao casal fotos antigas com o veículo e filmou a discussão.

O vídeo foi exibido pelo Notícia Preta e mostra o momento em que Tomás Oliveira e Mariana Spinelli, dona da bicicleta roubada se aproximam do rapaz e fazem as acusações. Posteriormente, após verificação das imagens das câmeras de segurança, mostraram que o verdadeiro autor do furto foi Igor Martin Pinheiro, um homem branco.

APOIO-SITE-PICPAY

Gabriella Reis

Jornalista, escritora e web-redatora. "Se ninguém te escuta, escreva!"

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.