Homem que praticou blackface no Mais Você nega ser racista: “Tenho consciência limpa”

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Na edição desta segunda-feira (23), do programa “Mais Você, apresentado por Ana Maria Braga, Anderrupson Fernandes chorou, se desculpou e disse que não é racista. Ele praticou blackface no programa da última sexta-feira (20). “Tem sido um golpe duro ser tachado como racista quando você não é”, afirmou.

Anderrupson Fernandes se desculpou hoje no programa – Foto: Reprodução TV Globo

De acordo com o participante, a intenção era levar um personagem legal sobre a realeza africana e está com a consciência limpa. “Pra quem carrega essa maldade no coração, merece. Mas eu não sou, tenho minha consciência limpa. A minha intenção ali foi somente trazer um personagem e ter uma desenvoltura legal de um tema tão nobre, que é a realeza africana”, afirmou ele.

Ana Maria Braga parou a exibição do programa na sexta-feira para informar sobre a prática preconceituosa feita por Anderrupson. Ela chamou a jornalista e professora Rosane Borges para uma participação no programa e explicar o motivo da atitude do participante do “Jogo de Panelas” é considerada racista.

Na abertura do programa desta segunda-feira, a apresentadora falou que ia “abrir pro Anderrupson, que ficou muito assustado sobre esse assunto. Preferi já abrir a conversa pra não pegar você no meio do caminho, então, você pode se esclarecer sobre o que nós aprendemos com isso tudo”, pediu ela.

Leia também: Estudantes da UFOP praticam ‘blackface’ em festa de repúblicas

A chef de cozinha e jornalista também falou sobre a representação errônea do povo negro e que muita gente vai aprender com o ocorrido. “Tem muita gente ainda que não percebeu o quanto essa representação não é bem-vinda, porque não precisa disso para homenagear o povo negro. Eu tenho certeza que um monte de gente aí do outro lado vai usar e vai realmente se conscientizar, como você e a gente. De todo jeito, a gente tem que respeitar o que as pessoas sentem com os nossos atos”, informou Braga.

Segundo Fernandes, ele não queria ter aprendido da maneira que tudo ocorreu e que as pessoas vão tomar mais cuidado após o episódio. “Aprendi não foi na didática que eu gostaria de ter aprendido. Havia diversas formas de ter abordado esse assunto, mas aconteceu, aprendi. Quando a lesão é uma pancada emocional dessas, atinge não só a mim, mas milhares de pessoas. Agora, as pessoas vão tomar mais cuidado daqui pra frente”, finalizou.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.