Homem negro é morto pela polícia após resistir a teste de sobriedade, em Atlanta; chefe de polícia se demite

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Rayshard Brooks foi morto pela polícia depois de ser abordado por ter dormido dentro de seu carro enquanto aguardava atendimento em uma fila de restaurante drive-thru em Atlanta, Estados Unidos, na noite da última sexta-feira (12). De acordo com o Georgia Buerau Investigation (GBI), Brooks entrou em luta corporal com dois agentes após falhar no teste de sobriedade, pegou o taser (choque) de um dos policiais e tentou fugir. Na fuga, foi atingido por disparos pelas costas e morreu.

O cochilo de Rayshard fez com que os outros clientes do restaurante tivessem que contornar o carro para seguir na fila, disse o GBI. Os policiais foram enviados para checar a situação por volta de 22:30 e submeteram Brooks a um teste de sobriedade, que constatou que ele havia consumido bebida alcoólica.

“Durante a prisão, o homem resistiu e entrou em luta corporal. O policial sacou o taser. Testemunhas disseram que, durante a briga, o homem pegou o taser. Também foi reportado que o homem foi baleado pelo policial na luta pelo taser”, afirmou o GBI. No entanto, as imagens mostram Brooks fugindo enquanto é alvejado pelas costas.

Chefe de polícia pede demissão

Erika Shields, chefe do Departamento de Polícia de Atlanta, deixou o cargo neste sábado (13). O anúncio foi feito pela prefeita, Keisha Lance Bottoms, em uma coletiva de imprensa à tarde.

“Enquanto ainda existe o debate para saber se esse foi um uso apropriado da força, eu acredito fielmente que há uma clara diferença entre o que você pode fazer e o que você deveria fazer. Eu não acredito que esse tenha sido um uso justificável da força e pedi a imediata demissão do policial”, declarou a Bottoms.

APOIO-SITE-PICPAY

1 Comment

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.