Filho de Oxóssi, Paulinho comemora gol atirando a flecha em homenagem ao Orixá caçador

APOIE O NOTÍCIA PRETA

A seleção brasileira estreou com vitória nas Olimpíadas em Tóquio, no Japão. O jogo, diante da Alemanha, terminou 4 a 2 e o último gol foi marcado pelo atacante Paulinho. O filho de Oxóssi e que vem se destacando também fora das quatro linhas pelo seu posicionamento, entrou aos 27 minutos do segundo tempo e marcou o gol justamente quando a Alemanha estava próxima de um empate. Na comemoração, Paulinho fez um arco e flecha homenageando o orixá Oxóssi. Os outros três gols da seleção foram marcados por Richarlison ainda no primeiro tempo. 


Com a vitória, a seleção brasileira garante a liderança do Grupo D. No próximo domingo (25), o desafio é contra a seleção africana Costa do Marfim, que também venceu na primeira rodada. 

Na comemoração, Paulinho fez um arco e flecha e homenagem a Oxossi. Foto: Twitter CBF


Filho de Oxóssi

Durante essa semana, o atacante Paulinho publicou em suas redes sociais uma matéria publicada no Jornal The Players Tribune que conta a sua história. Na publicação, o atacante falou sobre a sua fé.

”Prefiro chamar de filosofia de vida. Uma coisa bem pessoal, que toca o meu coração. Sou eu comigo mesmo, entende? Cultuar essa filosofia me traz muita energia boa, muito axé. Como assentado e praticante, vou ao meu pai de santo sempre que estou no Brasil e peço proteção aos orixás, principalmente ao meu Pai Oxóssi e à minha Mãe Iemanjá. Exu é o caminho. Procuro saudá-lo antes de cada obrigação, de cada partida. Laroyé!”, declarou o atacante do Bayer Leverkunsen.

APOIO-SITE-PICPAY

Thiago Augustto

Um filho negro adotado. Thiago Augustto faz questão de marcar sua existência pela raça e pela oportunidade de viver. Transformou o tabu da adoção num grande motivo de orgulho. É criador de conteúdo e palestrante. Se formou em jornalismo em 2014, desde então, trabalha na TV Globo Recife, atuando como produtor e repórter. No Notícia Preta, é editor e coordena os colaboradores das regiões norte e nordeste. Em 2021, criou o Futuro Black - um banco de talentos e de fontes profissionais pretas.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.