“Desde que o Mundo é Mundo”, espetáculo estrelado por artistas periféricos, estreia em São Paulo

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Estreou nesta sexta-feira (8), no Sesc Belenzinho, na capital paulista, o espetáculo “Desde que o Mundo é Mundo”, projeto concebido pelo Coletivo Calcâneos, integrado por artistas periféricos. A obra parte de olhares e perspectivas de corpos à margem da cidade de São Paulo, pessoas que resolveram recontar a própria história a fim de criar uma outra memória, que não essa, para o amanhã. A direção é de Victor Almeida e conta com a criação colaborativa de todos os artistas envolvidos no grupo.

Foto: Divulgação I Thamara Lage

Neste final de semana, as exibições acontecem até domingo (10), no Sesc Belenzinho; na sexta e sábado às 20h e no domingo às 17h. O ingresso custa a partir de R$ 9,00. Já nos dias 14 e 15 de julho, o espetáculo vai acontecer no campinho de futebol ao lado da estação de trem Jardim Helena, ambos localizados na zona leste, sempre às 17h, e a entrada é gratuita.

Esse trabalho traz, por meio da performance, uma discussão sobre o tempo, propondo uma experiência narrativa que perpassa alteridade, coletividade, desejos de futuro, exaustão emocional e imposições: tudo isso equilibrado na balança entre vivência e sobrevivência. De um lado, uma estrutura genocida; de outro, a reexistência dos oprimidos que encontram momentos de respiro nos encontros e nas celebrações.

“Quando vamos parar de ter medo de morrer? O tempo foi tirado de nós e, quando percebemos, é outono novamente e outros nasceram… E muitos já morreram”, pontuam os artistas.

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Jersey Simon

Jornalista, especialista em Comunicação estratégica, empreendedor. Na luta por um Reino de Justiça e paz.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.