Enfermeiros, técnicos, auxiliares e parteiras têm novo piso salarial sancionado

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Profissionais de enfermagem tiveram reajuste no piso salarial. Os enfermeiros tiveram um piso fixado em R$ 4.750, enquanto a remuneração dos Técnicos em Enfermagem está em R$ 3.325. O aumento, que será publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira (05), foi proposto através do projeto de lei 2564/2020 e sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) nesta quinta-feira (04)

O piso salarial dos Auxiliares de enfermagem ficou fixado em R$ 2.375 assim como o das parteiras.

Mulheres e negros são maioria entre os profissionais de Enfermagem no Brasil. Dados do Conselho Federal de Enfermagem (COFEN) apontam que 53% das enfermeiras, técnicas e auxiliares de enfermagem do Brasil são Negras, 42% brancas, 1,9% amarelas e 0,6% indígenas.

Em junho deste ano, a Câmara já havia aprovado uma emenda à Constituição que tornou possível tal feito. Porém, mesmo com a aprovação, Bolsonaro vetou os reajustes anuais previstos no texto base do projeto.

LEIA TAMBÉM: “É natural contingenciamento em saúde e educação”, afirma secretário de Bolsonaro ao anunciar bloqueio de R$ 6,73 bilhões

enfermeiros

Segundo dados do Conselho Federal de Enfermagem (COFEN), divulgados em 2017, 53% dos profissionais das quatro categorias, sejam enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem são negros.

Os pagamentos reajustados devem ser pagos imediatamente para profissionais do regime CLT do setor privado e filantrópico e somente em 1 de janeiro de 2023 para funcionários públicos.

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Brenda da Rosa

Brenda da Rosa é estudante de Jornalismo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, nascida em Porto Alegre e moradora da região metropolitana. É apaixonada por Fórmula 1, romances água com açúcar e conversas de bar.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.