Enfermeira denuncia idoso que não deixou aplicar a vacina por ela ser negra

APOIE O NOTÍCIA PRETA

A enfermeira Thaís carvalho denunciou ter sido vítima de racismo em Ilhéus (BA), na última segunda-feira (17). Segundo ela, estava aplicando as vacinas em um posto de vacinação contra a covid-19, quando um senhor se negou a ser vacinado pela enfermeira, por ela ser negra.

Thaís Carvalho é enfermeira em Ilhéus, na Bahia – Foto: Reprodução TV Santa Cruz

Ainda de acordo com Thaís, ela perguntou ao idoso se ele gostaria de se vacinar e ele disse que não. “Eu falei: o senhor já fez a ficha?’. Ele: ‘o meu filho está fazendo a ficha, mas você não’. Aí eu abaixei na direção dele e perguntei: ‘por que eu não? […]. Aí ele virou pra mim: ‘por que você é negra'”, conta ela.

Leia também: Enfermeira é vítima de racismo no Hospital de Urgência de Teresina

Thaís Carvalho está concluindo curso de enfermagem e se voluntariou na vacinação de covid-19 no Cras Norte, no bairro Jardim Savoia. A enfermeira conta que não conseguiu identificar o idoso, mas que irá registrar boletim de ocorrência sobre o caso.

“Na hora, não tive reação. Eu sempre pensei que se isso acontecesse comigo, eu iria agir de tal maneira, mas não consegui. Eu me senti totalmente impotente”.

“Como eu sou estudante de enfermagem, eu sei a necessidade que nosso país está tendo com a vacinação. Por isso, decidi me doar a isso”, disse a estudante à TV Bahia. O secretário de saúde Geraldo Magela, após conhecimento do caso, disse que repudia o fato e agradeceu Thaís Carvalho por participar de forma voluntária na vacinação.

APOIE O NOTÍCIA PRETA

1 Comment

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.