Em um ato no RS, homem vestido de Ku Klux Klan pede fim do comunismo no Brasil

APOIE O NOTÍCIA PRETA
Grupo manifestava pela intervenção militar no país – Foto: Reprodução internet

Em um ato político, realizado na última quarta-feira (21), no Parque Moinhos de Vento (Parcão), em Porto Alegre (RS), um grupo de manifestantes se reuniu para declarar suas insatisfações com as medidas restritivas da quarentena no Estado, pedindo por intervenção militar e um dos manifestantes estava vestido com as roupas em alusão ao grupo norte-americano, supremacista branco Ku Klux Klan, clamando pelo fim do “comunismo” no Brasil.

Os manifestantes carregavam bandeiras do Brasil e algumas pediram intervenção militar, além disso, um deles realizou uma performance, da qual estava paramentado com EPI’S e segurava um boneco enrolado em um saco plástico preto, como se estivesse morto, ironizando as mortes pelo novo Coronavírus. Enquanto o manifestante carregava o boneco, outro falava para deixar morrer e que o morto iria para o inferno. “Deixe morrer, é melhor morrer do que tomar o remédio”, gritava.

Durante a manifestação, uma pessoa carregava um boneco simbolizando a morte – Vídeo: Reprodução internet

Durante o ato, o manifestante, intitulado de “Carrasco”, falava em um microfone, afirmando que os manifestantes se reuniram para “acabar com o comunismo”. Durante está fala, um boneco, que estava sendo carregado por outro manifestante, foi posto em uma árvore, amarrado no pescoço com uma corda como se estivesse sendo enforcado.

O Rio Grande do Sul, nesta quinta-feira (22), segundo o Painel de Coronavírus da Secretaria Estadual da Saúde (SES/RS), está apresentando 1.908 casos confirmados para a Covid-19, com 2.911 paciente em ocupação de leitos de UTI, sendo que o total de leitos são de 3.368, ou seja, de 84% de ocupação. Além disso, em todos os 497 municípios do Estado existem registros de casos da Covid-19.

APOIO-SITE-PICPAY

1 Comment

  • E onde estavam os policiais dessa cidade?
    Ah sim Moinhos de Ventos, área “nobre”. Brancos fazendo branquitudes.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.