Em Pernambuco, escola indígena é incendiada e criminosos deixam mensagem ofensiva na parede

APOIE O NOTÍCIA PRETA


A Escola Estadual Indígena Marechal Rondon, em Águas Belas, no Agreste de Pernambuco, foi incendiada por criminosos. Em plena pandemia, com as aulas suspensas, a unidade de ensino, que fica localizada na Aldeia Funi-Ô, foi tomada pelas chamas. O fogo destruiu a área administrativa da escola e deixou livros, mesas, cadeiras e outros materiais queimados. De acordo com a Polícia Civil de Pernambuco, os bandidos também deixaram uma mensagem ofensiva na parede da escola. 

No muro da escola tinha a mensagem: “”Vão tudo tomar no c*”. No entanto, o delegado responsável pelas investigações, James Karlos Afonso Queiroz, disse que ”ainda não pode ser confirmado se foi um crime de intolerância”.

Ainda de acordo com a polícia, uma perícia foi realizada no local nesta terça-feira (11), mas o laudo pericial só sairá em até 10 dias.  

APOIO-SITE-PICPAY

Thiago Augustto

Um filho negro adotado. Thiago Augustto faz questão de marcar sua existência pela raça e pela oportunidade de viver. Transformou o tabu da adoção num grande motivo de orgulho. É criador de conteúdo e palestrante. Se formou em jornalismo em 2014, desde então, trabalha na TV Globo Recife, atuando como produtor e repórter. No Notícia Preta, é editor e coordena os colaboradores das regiões norte e nordeste. Em 2021, criou o Futuro Black - um banco de talentos e de fontes profissionais pretas.

1 Comment

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.