“É mais fácil ser um ator branco, fazer um papel e ter destaque”, afirma Ícaro Silva sobre carreira  

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Atual sucesso de público e crítica com o musical “Ícaro and The Black Stars”, o ator Ícaro Silva tem sido uma voz em destaque nos mais diversos assuntos da vida artística nacional. Prova disso é que em recente entrevista à revista Trip, ele fez uma análise sobre a conjuntura artística no Brasil, destacando não ter mais medo de expor suas opiniões. “Eu já entendi que não tem a ver só com o meu talento ou só com as minhas escolhas, ou a minha imagem. Fui entendendo todos esses sistemas e essas estruturas, como funciona esse lobby e como é mais fácil ser um ator branco, fazer um papel e ter destaque. Enfim, é assim que funciona o Brasil.”, destacou o ator. 

O ator Ícaro Silva. Foto: Reprodução Redes Sociais

Também na entrevista, Ícaro falou sobre os momentos difíceis na carreira, mesmo depois de ter ficado famoso, ainda adolescente, como o personagem Rafa em várias temporadas de “Malhação”. ” Eu tinha vivido aquela coisa da televisão com toda a intensidade do mundo, da mídia, de participar dos bailes de 15 anos. Ao mesmo tempo, era sempre meio dolorido ver que eu era um grande sucesso, mas era preterido quando o assunto era dinheiro, fama ou status… Simplesmente saí de lá e passei por fases muito difíceis, completamente sem dinheiro. Já morei de favor, com amigos, já fiquei sem ter o que comer.”, disse Ícaro. 

Leia também: Tiago Leifert comenta sobre questão com Ícaro Silva: “Fui atacado por causa da minha religião e eu não fiz isso em nenhum momento”

De inspiração afrofuturista, o espetáculo “Ícaro and The Black Stars” traz o ator como o comandante de uma nave espacial que viaja no tempo e visita grandes momentos da música negra ao redor do mundo. A trama é o ponto de partida para o artista mostrar seu talento para a música, onde interpreta sucessos de Michael Jackson, Beyoncé, Tim Maia, Bob Marley, Wilson Simonal, James Brown e Buena Vista Social Club, entre outros grandes nomes.  

Entre os trabalhos realizados por Ícaro na TV estão a novela Meu Pé de Laranja Lima (1998), na Band e depois anos mais tarde encarnou Cacá, um personagem da novela Vidas Cruzadas. Em 2002, migrou de canal e foi para o SBT onde viveu Neno em Pequena Travessa. Ele também atuou no filme Elis (2016), quando viveu o cantor Jair Rodrigues, além de ter participado do filme Legalize Já – Amizade nunca morre (sobre o Planet Hemp) onde interpretou Skunk, fundador da banda ao lado de Marcelo D2. 

APOIO-SITE-PICPAY

Wellington Andrade

Jornalista formado pela FACHA (Faculdades Integradas Hélio Alonso) e pedagogo pela UERJ. Atualmente escreve para o Portal Notícia Preta e atua no segmento de assessoria de imprensa em parceria com a agência Angel Comunicação. Possui passagens por diferentes veículos como repórter, produtor e apurador, dentre eles TVs Record, SBT e Rede Vida de Televisão, além das rádios Bicuda FM, Nativa FM, Tupi AM e FM, Revista Ziriguidum Nota 10 e no portal especializado em Carnaval SRZD, do jornalista Sidney Rezende. Instagram: @reporterwellingtonandrade

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.