Documentário “Obatalá – O Pai da criação” é finalista do New York Festivals TV e Film Awards 2021

APOIE O NOTÍCIA PRETA
intolerância religiosa

A obra mergulha nos bastidores do disco que deu nome ao filme. O documentário “Obatalá – O Pai da criação” faz uma homenagem à Mãe Carmem, Ialorixá do Terreiro do Gantois, na cidade de Salvador (BA). Além disso, ele descortina o candomblé com depoimentos de adeptos da religião, a fim de quebrar as barreiras da intolerância religiosa.

Leia também: Livro conta a história de Maurício Tizumba, um dos grandes nomes do teatro negro de MG

Obatalá concorre na categoria documentário e terá adversários de diversas partes do mundo, como EUA, Filipinas, Catar, Reino Unido e Romênia. O festival americano premia as três primeiras categorias com medalhas de Ouro, Prata e Bronze, os demais finalistas receberão um Prêmio de Certificado de Finalista.

Os resultados serão enviados para a produção no final de julho e início de agosto deste ano. Cabe salientar que o disco Obatalá foi indicado ao Grammy Latino 2020, na categoria melhor álbum de raízes em Língua Portuguesa.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.