Hélio de La Peña, Neyzona, Roger Cipó e Caroline Sodré estreiam série ‘Preto à Porter’, um resgate da realeza negra

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Para ressaltar e resgatar a relevância de pretos e pardos na construção de todos os aspectos sociais, políticos e econômicos do Brasil, o UOL lança, nesta terça-feira (24), a série “Preto à Porter”. A apresentação da série fica por conta do ator Hélio de La Peña, da empreendedora Neyzona (Loo Nascimento), do fotógrafo Roger Cipó e da historiadora Caroline Sodré.

Ao longo de cinco episódios semanais, o público poderá acompanhar histórias, entrevistas, números musicais e performances relacionadas à existência negra, embaladas por uma música-tema inédita composta pelos Gilsons, banda musical formada por José Gil, filho de Gilberto Gil, além de Francisco Gil e João Gil, netos do cantor.

Dirigida por Rodrigo Pitta, em parceria com a MOV, a produtora de vídeos do UOL, e o coletivo de entretenimento internacional TEAM O!, a série mostra um recorte que batiza de “prisma do poder preto”.

Na definição do diretor, é uma série de pretos, com pretos, para gente de todas as cores. “São conteúdos que tocam em assuntos básicos da cultura negra, no passado, presente e futuro. Apesar de simples, são temas ignorados por grande parte da população brasileira branca e também de sua maioria preta“, diz Pitta.

Entre os temas do programa, estão a colonização brasileira, religiões de matrizes africanas, miscigenação, pretos em posições de poder e ancestralidade. Entre os convidados, famosos e anônimos dialogam em prol da transformação do pensamento da sociedade brasileira.

Para dar conta da extensão do Brasil, a série se passa em algumas cidades, como São Paulo, Salvador e Rio de Janeiro. E com o intuito de mapear a capilaridade da cultura negra, vai além das fronteiras brasileiras e também visita os Estados Unidos, além de trazer referências de Camarões e Senegal, dois países do continente africano com fortes ligações culturais no país.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.