“Desta vez, não foram estrangeiros”, denuncia Bahia sobre atos racistas durante jogo

APOIE O NOTÍCIA PRETA

O Esporte Clube Bahia denunciou em suas redes atos racistas de dois torcedores do Athletico Paranaense que foram testemunhados por torcedores do Bahia durante a partida pela Copa do Brasil realizada na Arena da Baixada, na noite desta terça-feira (12). “Para além de qualquer resultado, não dá pra se calar diante de mais um vergonhoso caso de racismo em um estádio brasileiro. Desta vez, não foram estrangeiros, não. Até quando? BASTA!”, dizia a postagem sobre os atos racistas durante jogo.

O texto é acompanhado por vídeos de dois torcedores do Bahia que mostram os torcedores do Athletico Paranaense de costas, não sendo possível identificá-los. No vídeo os torcedores do time baiano relatam terem sido chamados de macaco e que os paranaenses imitaram o ato racista que tem sido frequentemente visto nos jogos das últimas semanas no futebol. 

Arena da Baixada / Foto: Reprodução redes sociais ECB

Apesar de o momento do ato não ter sido filmado pelos torcedores nas imagens é possível ver o momento em que seguranças da Arena da Baixada vão até a arquibancada onde estão os dois homens do Athletico Paranaense e os interpelam.  Não é a primeira vez que torcedores do time do Paraná são denunciados por atos e falas racistas na Arena.

Leia também: Mais uma vez torcedores repetem ações racistas na Libertadores

Em março de deste, em partida contra o Londrina, o jogador Samuel Santos contou ter sido chamado por um torcedor do time rival de “Preto Vera Verão”.  Na ocasião, o Tribunal Justiça Desportiva do Paraná (TJD-PR) decidiu, em primeira instância, afastar dos estádios por 5 anos e 11 meses o torcedor do Athletico, Carlos Alexandre Tonin. Em dezembro de 2021, cinco torcedores do Athletico Paranaense também foram filmados imitando macacos na Arena da Baixada.

O Bahia foi desclassificado da Copa do Brasil depois de perder de virada por 2 a 1 para o Athletico Paranaense. Até o momento de fechamento deste texto o Athletico Paranaense não havia se pronunciado sobre os atos racistas durante jogo dessa terça-feira.

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Nayara Souza

Jornalista e pesquisadora. Amefricana aprendiz de escrevivências.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.